segunda-feira, 21 de maio de 2012

Tombo feio, daqueles que quase (bem quase) matam a mamãe...


E então que tive a minha primeira experiência realmente desesperadora como mãe.
Não que 4 cirurgias no primeiro mês de vida tivessem sido fáceis, mas essa foi uma loucura.
Sábado tive a confirmação de tudo o que acredito em mim como mãe.

Isaac caiu.
Caiu daqueles brinquedões com 2 metros de altura.
Caiu na escada.
Lá de cima.
E nos foi entregue pela assustada monitora com galo estratosférico, rosto todo ralado, nariz sangrando e um choro de susto e um olhar "socorro mamãe" que eu nem consigo explicar.

Eu só respirei fundo.
Vi Isaac no colo do maridex que estava quase em choque.
Olhei pra menina e perguntei exatamente o que aconteceu.
Ela explicou.
Saímos correndo da lanchonete.
E eu ainda olhei pro rapaz que apareceu na minha frente e disse que voltaria no dia seguinte para pagar a conta.

Peguei Isaac, sentei no banco de trás com ele no colo, bem apertado.
Até o hospital, que é longe pacas, fomos conversando com ele.
Segui o instinto e o susto.
Fui solicitando que a memória e as respostas do pequeno nos tranquilizassem.
Ele foi respondendo a tudo, naquele escuro de sábado a noite.

Chegamos no PA e logo fomos passados na frente.
Graças a Deus atendimento rápido, equipe boa, médica gracinha. Dindo médico de plantão.
Exame clínico, ufa.
Raio X, ufa.
Tomografia, ufa.

Só lembrei de olhar praquele pai de boca sem cor e pedir que ele respirasse.
Respirasse.
E quando eu respirei, inalei todo aquele cheiro de hospital.
Inalei toda a realidade e a ficha caiu.
Caiu junto com a minha pressão.
Mas mesmo assim mãe não cai.
Mãe pede pra sentar um pouquinho, e sorri para a pediatra que olha desconfiada.

Isaac dormiu na volta pra casa.
Nós ficamos passados.
Atropelados pela fragilidade toda.
Pela força toda.
Pelo "isso acontece" todo.
E depois de horas, respiramos.

Nos restam agora ralados, hematomas e cicatrizes.
Alguns tipos delas.

...

19 comentários:

Fá, Mãe da Ana Luiza e do Gustavo! disse...

Nossa, que sustão, hein?! Ainda bem que está tudo certo com o garotão!

Beijos e boa semana!

Francine Barrionuevo disse...

Aiii Carol...que sufoco!!!
Como é difícil manter a serenidade nessas horas...você foi guerreira...
bjo grande e melhoras pro pequeno

Paula Dreger disse...

Ai Carol que susto menina!
Imagino o que vocês passaram...
Ainda bem que ele respondia a tudo que vocês perguntavam prá ele no caminho, né? e melhor ainda, que maravilha que ficaram somente os galos,hematomas e cicatrizes que o tempo há de curar!
beijo querida

Pequenos Mimos disse...

Ain que susto, mas ainda bem que não foi nada sério e só sobrou hematomas, galos e ralados, mas a carinha de dó que eles fazem corta nosso coração né?
bjs

Marina disse...

Carol, putz! Solidarizo!
Isso é completamente desesperador"
E me remete imediatamente ao episódio do dedo da Bia que foi fechado na porta! Eu tive calma e sensatez até sair do hospital, com o dedo com ponto, ela roxa de tanto chorar. Quando entreguei ela pra minha mãe, desabei no choro!

Graças a Deus que NADA aconteceu!
Na boa, sou mega desconfiada dessas monitoras de brinquedos de restaurantes. Meu sobrinho de 1 ano, que nem andava ainda, foi arremessado do gira gira pq a lesada da mulher colocou ele ali e... girou o treco! Fala sério!


Que bom q vc segurou a onda, pq nessas horas a gente nunca sabe qual vai ser nossa reação.

Beijocas em vc e no pequeno!

Patricia disse...

Carol,
nem preciso te falar que li o post chorando, nem preciso dizer que sei exatamente o que vocês sentiram. Ruim o sentimento que fica depois, um nó no peito, um amargo na boca. Mas passa. A gente ganha uns cabelos brancos para a coleção, mas passa! força aí. bjocas solidárias, abraço apertado e muito carinho no Isaac.

Sarah disse...

Carol do céu, juro que até perdi o fôlego aqui. Caramba!
Mas ó, os pequenos se recuperam rápido, os galos e hematomas somem, e as cicatrizes servem pra depois contar história. Melhoras pra ele...
E respiremos todos!
bjao

(Mamãe) ~Pinel disse...

Ai que pesadelo!!!
Que bom que foi "só um susto"!
Mas, que susto hein?
Espero que demore MUITO (quando eu falo muito eu quero dizer, pra sempre) pra eu passar um susto desses!

Melhoras pro Isaac e pra vocês, pais também!

Renata disse...

uffa que bom que acabo tudo bem! Já passamos por isso por aqui, o sentimente que fica, o peito apertado...mas faz parte!
Me conta da onde é esse brinquedo, é algum lugar aqui de Bauru? Bom previnir née..

beijão

Re disse...

Meu pai, meus olhos se encheram de lagrimas so de ler e imaginar o desespero...mas nessas horas, acredito piamente que o anjo da guarda das criança tem super poderes, so pode ser. Fico feliz que nada de grave aconteceu, so susto, e que susto.

Celi disse...

Ohhh Carol que susto!!! Ainda bem que tudo acabou bem, apesar das pequenas marcas no corpo. Mas realmente nessas horas não é fácil, nosso coração salta, nosso corpo treme... Jamais esperamos por isso, queremos os filhos muito bem. Sofremos! Choramos!
Mas passa e voltamos a respirar...rs
Fiquem bem! Ainda bem que foi forte e segurou a onda.
Beijos e boa semana.

Débie Mottin Molinari disse...

báh guriaaa q horror... a C outro dia caiu do sofazinho dela, uns 30 cm de altura e eu quasi morri de panico hihihihihihihi.

Mãe tem q ter coração forte né?

Melhoras pro guri lindo

Beijao

Roberta Lippi disse...

Oxa, tadinho dele... e tadinha de você. Como dói isso na gente, né. Ainda bem que foi foi só um susto. E a gente sabe que mais dia menos dia vai passar por algo assim.
Afe, coração de mãe não aguenta.
Muito colo e muito dengo pra vocês.
Beijos

Liza disse...

Nossa, Carol. Imagino como você deve ter ficado, pois eu mesmo fiquei mega nervosa só lendo o seu texto. Acho que esse vai ser um dos episódios que seu Isaac vai se lembrar mesmo depois de crescido, velhinho. Tenho nítida na memória alguns tombos feios que tomei...

Que bom que foi mais um susto do que qualquer outra coisa!

bju

Dani Garbellini disse...

Dia desses tivemos um pequeno acidente em brinquedo no shopping. Diga-se de passagem que foi a primeira vez na vida que Arthur brincou nesses lugares, porque ele pediu. E paramos também no PA do hospital, por suspeita de fratura no dedinho mínimo da mão esquerda. Bem menos grave, verdade, mas foi um baita susto. E alguns aprendizados, como você disse. Uma delas quanto à verdadeira segurança de brinquedos em parques, buffets e afins. Sim, acidentes acontecem, mas até que ponto não há falha de segurança? Como Issac caiu? Deveria ter grade de proteção ou algo do tipo na escada? Como monitor não impediu que meu filho tentasse entrar pelo lado errado do escorregador, ainda mais que permitiam que adultos descessem? Como aconteceu o acidente fatal no Hoppi Hari há alguns meses? Apenas acidentes? Quem fiscaliza tudo isso? E nós, pais, estamos atentos?

Bianca disse...

Poxa Carol, que chato.
Todas nós mãe temos nossos relatos "tensos" pra contar, e nos solidarizarmos umas com as outras, pois sabemos como é tenso, o antes o durante e o depois. Fique bem e melhoras para o pequeno. Bjs

Aressa disse...

Uia, fui gelando aqui tb ...
Ainda bem que estão todos bem !!
O duro que a gente sai e muitas das vezes escolhe um lugar para comer justamente que tenha algo para a criança brincar e gastar energia e acontece um negocio desse, é pacabá...
SEmana passada me deu um baita frio na barriga ao ver o João em cima desses brinquedo no Flipper, sabe qdo perde o equilibrio, e eu longe vi, mas se tivesse caido não ia conseguir fazer nada, por sorte ou o anjinho da guarda de plantão, ele conseguiu se equilibrar e continuou todo serelepe...
Só nos resta agradecer rsrrs

bjs

Milene diiirce disse...

Patcha queos pariw! Que susto... e vc lá, toda firme e forte. Admiro!
E o pequeno, tá melhor?
Jokas a vcs
Mi diiirce

Sara Lima Saraceno disse...

UUuuuuuhhhhhhhh!!! Prendi a respiração até chegar ao final do post... nossa que susto, nossa, que sufoco!!! Minha filha já caiu bem menos grave e ainda assim desesperei... do mesmo jeito que vc, internamente em frangalhos, por fora, segurando as pontas... aff!! Mãe sofre, viu?!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails