sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Conversa de bar (ou de pai)

do google

Essa semana tive o prazer de sentar com gente querida pra tomar um choppinho.
Ótimo programa.
Ainda mais que pude levar filhote pra jantar em barzinho da minha adolescência, a batata recheada que eu comia naquela época.
Hoje, que ela se transformou numa temida bomba calórica fico eu com o choppinho e o papo.
Mas não foi pra isso que comecei esse post.
Longe de mim falar de batatas e dietas. Muito menos daquela época.
O que me cabe hoje é atualizar os papos.
Mais experiente ficamos, aceitemos, os temas mudam um tanto.
E tá que me vi na mesa com três tipos de homem.

Denominemos assim:
Maridex: já pai há 3 anos;
Dindo querido: sabe-se lá quando Tia Querida (ou Deus) dará a ele esse presente, o da paternidade;
E amigo em comum: recém parido pai, de um menino de 3 meses.

E não sei em que ponto da noite, o papo caminhou pro lado paterno.
(e como se só as mães ficassem blablablazeando sobre as crias e a maternagem... ah tá)
E eu tirei a atenção dos brinquedos pulantes do Isaac pra ser ouvinte daquilo tudo.
Eis que ouço do recém parido pai:

- Nos 40 primeiros dias do bebê em casa a gente muda. Acorda super fácil, levanta primeiro que a mulher, quer ajudar, fazer tudo. Mas depois desse tempo as mulheres ficam experts e entendem tudo: o que é cada choro, fome, cólica, manha. A criança só acalma no colo da mãe e elas tiram de letra.

Aí me vira maridex:

- E não é? A gente fica meio de fora, sem ter o que fazer. Fora que acordar de madrugada pra quê? Os filhos só querem o peito mesmo e isso a gente não tem.

Recém parido pai continua:

- Nós tivemos o complemento com mamadeira desde o começo e nisso eu tinha que ajudar. Mas elas entendem bem mais e a gente fica sem função.

Maridex empolga na explicação:

- Aí o filho chora, a gente tenta de tudo e depois de uma hora ela pergunta "você tentou o remédio no nariz?" e putz! a única coisa que não tinha tentado ainda e ela mata na hora.

Enquanto isso, Dindo Querido se dividia entre uma risadinha e ensinar Isaac a equilibrar um palito de dentes no nariz. Tia Querida estava um pouco atenta a conversa, mas como não-mãe-ainda ria e prestava atenção na coisa toda.

Mas aí veio o desfecho da conversa, do recém parido pai:

- É isso mesmo, aí a gente retoma o sono pesado e volta a dormir a noite toda. Uma espécie de vingança por elas saberem tanto.

E riu. Riu alto. Gargalhou até. Junto com toda a mesa que não deixou de ver graça na explicação.
Confesso eu que- com todos os olhos esbugalhados e pontinhas de raiva que me couberam alí naquele momento -  tive que concordar.
...

Ótimo final de semana pra todos nós.
Com muito chopp, conversa boa e muito sono.
Amém...

18 comentários:

Sofia disse...

Ahhh então afinal é vingança??!!
Fica muita coisa explicada depois de ler o teu post eheheh
O teu post vale ouro, mamãs de plantão descobrimos o segredo :)
Obrigada Carol por partilhar :)

beijo
bom fim de semana

Ana Campos disse...

Eu tabém rí...apesar de ser vingança é muito engraçada a visão paterna de certas coisas...

Bjs

Fabiana Alvim disse...

Não tem coisa que me irrita mais do que embalar neném madrugada adentro ao som do ronco do marido! #invejamata?

bjs

Camila disse...

Vingança??? Kkkkkkkk.... Não tem como não rir.
Mas amigas aqui em casa não tem inveja, nem vingança...
Marina está com 2 anos e papai acorda na maioria das vezes.
Tenho mais facilidades para algumas coisas e ele para outras, e quando juntamos as abilidades aí sim saí tudo perfeito. Principalmente porque amo dormir.

Beijos

Nine disse...

Não pude deixar de achar engraçado, mas minha questão é: por quê a gente sabe tanto? Sabe mais? Por quê fala mais, pergunta mais, lê mais...é ou não é?
Beijos,
Nine

Tchella disse...

ahahahaha mto bom! esses maridos sao bem assim mesmo, hj eu intimei, que nao sou só eu que tenho q acalmar o pqno antes de dormir. hihihi

Bianca disse...

hahahaha, eu ri tb! Mas ó, aqui em casa, depois que a Luana desmamou, lá pros 8 meses, ela só queria o colo do pai, a mamadeira do pai. Foi a minha vingança, hehehe.
Beijos

Mari Hart disse...

huahuauhahuhuauhauhahuhuauhaa.... muito bom Carol!!! hhahahhhahahah

Re disse...

Hahaha, se o meu marido estive no lugar do recem-parido ele so teria tudo: cara, como eh foda, eh muito foda...isso era tudo que ele dizia nos primeiros meses para quem perguntasse como era ser pai. Hahaha.

Paula disse...

A-hááá entao essa é a grande verdade? É vinganca entao!!! Eu sabia, eu sabia!!! Otimo Carol e por favor qualquer outra coisa dessas q vc fique sabendo nao deixe de nos contar! Beijos e bom fim de semana

Celi disse...

Fala sério... impressionante como eles conseguem dormir tranquilamente. Esquecem do mundo! Um sono sem igual. E mãe é mãe. Um instinto materno que só as mulheres são capazes de ter... Ponto para nós! E eles ficam realmente na vontade...rs rs rs
Beijos

Martha disse...

EU tbm ri.. agente gosta de rir da "desgraça" alheia e da própria.. !!
Essa eu vou ter que passar para o marido ver!!!
Essa é boa.. eles se vingam e dormem tranquilos, tranquilos!!! rsrss
Muito boa Carol!
Bom final de semana!
Bjnhos

Beatriz Zogaib disse...

Puxa, e eu não tinha pensado nisso. Que vingança boa!!!
Bom final de semana.
Beijos
Bia
www.maedacabecaaospes.com.br
(Ah, já viu o blog novo no ar?)

Flávia disse...

E será que tem jeito de mudar isso?

Jussara disse...

Muito bom, pelo menos ele foi sincero! rs

Carol, só hj fui ler o post da sua xará do baby bobeiras, sobre cachorros. Dei uma passada de olho nos comentários, e acabei lendo o seu. Confesso que ri muito do "se toca a campainha não é errado isaac sair latindo também". Vc é muito engraçada!
Já disse uma vez aqui, mas digo de novo: parabéns por não ter se desfeito dos seus dogs quando o Isaac nasceu. :)
Bjs.

Sarah disse...

Ai Carol, que sacanagem esse final!! Eu achando graça na pontinha de ciúmes que têm da gente, seres superiores femininos, manjarmos tudo da cria... e o recém-parido acaba com a ilusão e revela que dormem por vingança!!
Mas ó... pior que é verdade. Como dormem pesado! Como demoooram a descobrir o que os filhotes querem!
bjao!

Chris Ferreira disse...

Oi Carol,
Hahahahahahahahaha...
Não posso negar que morri de rir!
Beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Ana Cristina disse...

Achei engraçado, também! Mas a NOSSA vingança vai chegar...

Hahahaha

Beijocas

Ana Cristina

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails