quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Pintar o cabelo na gravidez?????

google

E então que cada consulta com o querido Doutor Querido me rende altos papos.
Entre piadas, exames, explicações e afins, Querido sempre responde as minhas perguntas. Jornalísticas, bloguísticas ou meramente frutos dessa mente que não fica quieta.
Acontece que outro dia li no blog da Ana (que está esperando a já fofa Valentina) sobre a dúvida existencial das mulheres que usam tintura para cabelo quando se veem grávidas.
O assunto já foi tabu. Dos brabos.
Outro dia mesmo reparei que atrizes, mesmo barrigudas, nunca ficam com aquelas raízes enooormes. Fator pânico pra quem tinge/colore/tonaliza a cabeleira.
Dei uma fuçada e vi que alguns médicos liberam o retoque das madeixas, outros não.
Então tá bom.
Nunca esquentei a cabeça com isso já que não sou adepta da pintura capilar. Cabelo virgem, que como eu muda de tom quando bem entende. Sério, não é mentira.
Mas hoje, Doutor Querido disse que eu estava mais loira. E eu disse que não, já que não havia meios.
Ele riu e me pediu um favor.
Que eu divulgasse esse lance de gravidez, raízes, vaidade, tintas, química e cia ltda.
Como assim? Pensei eu.

- Pode pintar, doutor?

Ele arregalou os olhos:

- Nããããão.

E logo o papo se estendeu pra um estudo recém divulgado, feito pela  Escola Nacional de Saúde Pública em parceria com o INCA, Instituto Nacional do Câncer.
Que eu Googlei assim que tive um teclado em minhas mãos:

"Segundo a pesquisa, o uso de tinturas e alisadores de cabelo durante o primeiro trimestre da gravidez pode aumentar em quase duas vezes o risco de o bebê desenvolver leucemia nos primeiros dois anos de vida. O levantamento avaliou seiscentas e cinqüenta mães. Dessas, duzentas e trinta e uma deram a luz a crianças que tiveram leucemia, sendo que 35 usaram produtos químicos no cabelo nos primeiros três meses de gestação."

...

"os pesquisadores do INCA analisaram os compostos existentes em 14 marcas de tinturas e alisadores. O resultado mostrou que, dos 150 componentes encontrados, 32 são prejudiciais à saúde do bebê, inclusive o formol, bastante comum em produtos de alisamento temporário."

...

"Os compostos da família dos fenóis, que foram os mais associados ao aumento do risco, já estão sendo estudados pela equipe.... nem mesmo a henna deve ser usada, pois atua em uma enzima importante no desenvolvimento das leucemias. Então, mesmo sendo natural, ela pode interagir e trazer riscos para o bebê do mesmo jeito"

Lógico que esse estudo ainda vai ser bastante debatido e avaliado até comprovar uma certeza, mas por hora vale o alerta do INCA:

"mesmo que ainda não haja comprovação científica dos malefícios das tintas e outras químicas para o desenvolvimento do feto, a recomendação é evitar procedimentos nos cabelos pelo menos até o final do primeiro trimestre de gestação"

Ou vá lá, espere seu filhote nascer lindo, feliz e saudável e depois você se entrega as cores todas.

**Informações extraídas daqui e daqui.

21 comentários:

Roberta disse...

Carol,
Não tenho a mesma sorte que você, desde os 13 anos, sim amiga, 13 anos, alguns fios de cabelo branco me perseguem, e eu comecei a pintá-los por volta dos 20 anos... Uns 5 ou 6 meses antes de engravidar já parei de pintar o cabelo para não ficar com a raiz feia...
Mas os fios brancos ficaram mais evidentes e várias, várias pessoas disseram não ter problema. Eu não pintei, respeitei os 9 meses de gestação e mais uns 3 meses do Isaac nascido, pois, a tintura fica com um cheirinho e tive medo de incomodá-lo...
Acho que é sacrifício que TODAS podemos fazer, maternidade é doação e a saúde do bebê vem em primeiro lugar!!
Amei o post e vou divulgar...

Beijos

Mari Hart disse...

Vc tá grávida Carol?!?!? Perdi algo?!?!?!

Anyway, amei o comentário acima! Penso igual e tb tenho cabelo branco desde novinha!

Bjs!

Sara Lima Saraceno disse...

Carol, mas a pesquisa fala de riscos no primeiro trimestre da gravidez!!!
Eu também não pinto comumente meus cabelos (às vezes faço mechas, agora mesmo estou de luzes californianas), então, não tive problema em relação à pintura... mas, a progressivaaa, essa sim me fez falta e minha GO proibiu, proibidíssima! Mas liberou fazer relaxamento na raiz depois do 4° mês, foi o que salvou!!
No entanto, acho bacana as gravidinhas procurarem alternativas para se sentirem belas e de bem com a vida na gravidez... não pode tintura? Tranquilo... mas e rena??? Natural acho que pode, não? Já é uma opção.
Bjuus

Ana do Chá e Viagens disse...

Oi Carol
esses post´s são mesmo ótimo pra nós que sempre estamos aqui recorrendo a uma ajudinha ou dica.

Eu estou de 7 meses e não usei nadica de química no cabelo.
Pra mim ficar sem fazer as mechas não "pesaram" tanto, mas a progressiva, óohhh como sinto saudade.
Mas esse procedimento de alisamento eu acho muito perigoso e nem pensar.
Dá pra esperar, afinal são 9 meses de mudanças e tranformações,
vamos encarar mais essa não é?!

Bjokas e quem quiser tem mais sobre esse tema lá no Chá com Bolinhos.


http://anaeguto.blogspot.com/2011/08/pintar-o-cabelo-na-gravidez-pode.html

Pequenos Mimos disse...

Eu não pinto meu cabelo, mas fiquei na dúvida porque a pesquisa fala só do 1ª tri, e muitos GOs de amigas minhas liberaram depois do 4ª mês.
beijinhos

Bianca disse...

Carol,
Lindinha, quando eu estava gravidinha, eu já fazia luzes no meu cabelo. Minha ginecologista na época, só me liberou para o retoque aos 7 meses, com a resalva de pedir ao cabelereiro que fizesse com um dedo de distância da raiz, para não ter contato da química com meu couro cabeludo. Na época eu resolvi fazer com 8 meses, pois minha conta foi a seguinte: depois de parir, não vou conseguir colocar os pés num salão por pelo menos 2 meses, rs.
Bjs pra vc e para a cria!

Angi disse...

Carol!
adorei, soube dessa pesquisa também!
fiz umas mechas californianas, e uns dias depois descobri que estava grávida, como foi nas pontas não me preocupei!
mas hoje em dia ele tá bem natural, afinal já cortei e me arrependi as pontas faz tempo!
ah,obrigada por participar da pesquisa!
beijão
Angi

Tchella disse...

sempre soube que alguns medicos deixam e outros nao, minha posiçao: eu vou querer arriscar? "obeeeeveo" nem amamentando fiz naaaada, sei q tem umas tinturas mais lights, mas nao fiz, nao faço e nao recomendo, até creme de maos eu tenho lido os ingredientes hahaha

Tchella disse...

eiii eu quis dizer: "OBEVEO" QUE NAOOO ia querer arriscar... meus pensamentos sao mais rapidos que minha digitaçao hahahaha

Fernanda Lucas disse...

Eu sempre pintei o cabelo de 3 em 3 meses, junto com a progressiva, mas desde que me descobri grávida, até o mês passado não fiz nada na cabeleira!
Penso que não custa nada evitar essas coisas, pelo bem estar dos nosso pequenos não é mesmo?
Bjos

Carol Passuello disse...

tu tá grávida?

#babyfeelings

Flavia disse...

Então! Até o final do primeiro trimestre. Depois pode oras! Tenho 39 anos e sou completamente grisalha, minha médica liberou e pinto desde a 13 semana!

Lu Azevedo disse...

Menina, vc me mata! Como coloca um titulo desses? Falei, pronto, tá gravida e ja ta pintando o cabelo! hahaha

Mas ainda fiquei na duvida... ta ou não tá? Foi o médico que puxou o assunto assim, sem mais nem menos, é?

E tb não pinto o cabelo não, já tinha lido sobre essa associação maldita aí!

Beijos,

Lu

PS: Carol, manda o Isaac sim, que eu prometo que se ele brincar com um urso, vai ser dos bem pequenininhos, tá? haahaha

Martha disse...

Caro. antes de engravidar eu era loiríssima.. de luzes.. mas bem intenso!!. Daí quando resolvi que iria engravidar parei de pintar e joguei um tonalizante escuro...
Só voltei a fazer as luzes quando Laís já tinha mais de um ano... e valeu super a pena.. naõ me preocupei em nenhum momento com essa questão..
E para falar bem a verdade acho um pouco arriscado que continua pintando, mas... !
Otimo post!
Bjnhos em vcs!

Mariana disse...

Eu pintei sim, depois das 18 semanas.
A autorização da minha médica foi: fazer luzes, sem encostar o pincel no couro cabeludo, usando o descolorante da Loreal sem amônia.

Os 2 componentes prejudiciais seriam amônia e chumbo. A amônia estava abolida dessa tinta e o chumbo, hoje em dia, vem em uma quantidade MUITO pequena e teria que passar pelo couro cabeludo, entrar na corrente sanguínea e passar pelo filtro da placenta para que pudesse chegar até o bebê. Luzes encostando o pincel na raiz já seria muito dificil de prejudicar, sem encostar então, não tem problema algum.

Priscila, mãe do Imperador disse...

Caramba, assunto sério e popular! Eu fiz uma definitiva um mês antes de descobrir que estava grávida, e não sei se eu já estava ou não...meda!! rsrsr beijos

Celi disse...

Ops...você está grávida??????
Sempre soube desses cuidados no primeiro trimestre. Enquanto isso, os cabelos brancos ficam tomando conta... Ah, é preferível evitar né? Vai saber... agora, com todas essas pesquisas que compartilhou, melhor mesmo é cuidar, evitar...rs
Beijos

Micheli disse...

Oi, Carol.
Que ótima divulgação. É muito comum várias gestantes seguirem pintando os cabelos durante toda a gravidez, por desconhecerem os riscos.
Beijos.

Lorena Magalhaes disse...

Mas pelo artigo depois de 12 semanas ja pode não é?
melhor assim, aí por via das duvidas espera as 20 semanas.

Lilian disse...

Valeu Carol! Uma a menos para perguntar para a médica... kkk... Na primeira gestação eu estava com os cabelos bem natureba, mas desta vez, tenho luzes por todos os lados, que ok... vão ficar pelo meio da cabeça até outubro... tá decidido! melhor prevenir ;) bjoka!!!!

Mirna disse...

Eu sempre recomendo que você consulte seu médico antes de fazer qualquer tratamento. É muito importante para garantir que ele possa realizar. Eu faço meus tratamentos de cabelos descoloridos, mas sempre com revisão médica.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails