terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Meu filho (já?) é sedentário ou Estou criando um monstro ou Deus me ajude!

E então que Isaac, entre demonstrar prioridades e preferências e impor seus desejozinhos de forma tirana e birrenta, tem ficado bem com a segunda opção.
Mas até aí a gente segue na luta da educação pela conversa, pelo exemplo e blá blá blá.
Só que ontem, meu bem, a coisa pegou.
Explico e explico mais ainda pra não passar por neurótica.
Sei sim que cada criança tem seu tempo, que a gente não deve forçar, que eles tem que se sentir a vontade e ok.
Faço isso.
Apóio, entendo, dou espaço.
Mas acontece que ontem a coisa me deixou encucada.
(Tá, sei que vai passar e eu vou rir de tudo isso, mas me deixa viver minhas neuras)

Fato: Isaac ganhou uma bicicleta da avó. Passa longe dela e nem tem curiosidade de saber pra que serve nem como funciona.

Histórico: Filhote nunca nem tentou pedalar o velotrol, nem o jipe, nem nada que solicitasse esforço físico, desde sempre. Odeia chutar bola e correr é coisa rara. Logo, achamos bom apresentar as opções saudáveis que essa vida pode ter. (e eu não posso apostar todas as cartas na natação, já que sempre temos pausas otitianas)

Experiência cotidiana: Descobrimos que a bicicleta da avó estava um tanto grande e saímos para comprar uma menor.

PAUSA PARA MOMENTO A VIDA É UMA GRAÇA:

E daí que dentro da loja, rola o seguinte diálogo:
- Olha Isaac, tem do Hot Weels!
- Olha só, tem mesmo... mas eu não quero.
E me largou alí falando só, somente só...

DESPAUSA

Isaac ficou 2 DOIS segundos em cima do modelo menor, nem tentou pedalar e a hora que desceu mandou ver a bicicletinha nas canelas da simpática vendedora. Nem olhou para trás e saiu correndo para a seção nerdzinhos e afins.

Consequências para a Mamãe Avestruz: Pedi desculpas, quase dei beijinho pra sarar nas canelas da moça. Olhei firme pra cria, que tentou me ganhar com sorrisinho e fiz o que minha mãe faria: Firme e forte disse um vamos embora que congelaria toda Gothan City. E alí deixei bem claro que ele não ganharia nem bicicleta nem sorriso da mamãe nem mais nada, pois não estava merecendo.

PAUSA PARA MOMENTO ESTOU CRIANDO UM MONSTRO, SOCORRO:

Saímos dalí e sentamos para tomar um suco e conversar sobre o ocorrido enquanto fresco na memória da cria:
- Isaac, você viu o que aconteceu na loja?
- Uhumm
- Você acha que foi legal bater a bicicleta na perna da vendedora?
- Uhumm
- Olha pra mamãe, filho...
Ele até olhou, mas daquele jeito mesmo que você olhava pra sua mãe, na adolescência...
- O que aconteceu hoje foi muito feio. Papai e mamãe estão querendo te dar uma bicicleta do tamanho certo pra você aprender a pedalar. Entendo que não seja a melhor coisa do mundo agora, mas depois você vai ver como é legal.
- Uhumm
- Isaac, você ouviu o que a mamãe falou?
- Não. Não ouvi nada.

DESPAUSA DEPOIS DOS SOLUÇINHOS DESESPERADOS E EXAGERADOS

Pode rir.
Eu já até estou rindo agora, mas me digam.... que fase é essa?
Tá que o sedentarismo a gente resolve, aguenta, dá o tempo. Mas ó que me irrita ver meu filho alí, de perninhas tão saudáveis, não querer fazer nada que envolva movimento e esforço físico????
Tá que eu não sou exemplo de atleta, mas nunca fui de ficar paradona não. E Isaac cresce em época de papai saudável, correndo, perdendo peso.
Fora que ele passou as férias indo comigo às aulas de pilates...
E o mau humor? A ranhetice? A falta de vontade?
Socorro!!!!

16 comentários:

Fe Piovezani disse...

Carol!! Carol, Carol, socorro aqui também! Sabe que quando vejo crianças andando de bicicletinhas e SEM rodinhas, penso: "minha filha vai ter bunda grande e montes de celulite!". Porque pensa: meu marido é negro, então Luísa tem bunda de nega já (sabe aquela bem cheinha e redonda e gostosa?)...Entre pedalar e assistir tv, a opção é a mais triste possível. Correr então, minha amiga, é arriscar pra tomar um tombo. Lá na praia, com aquele espaço todo pra correr, eu me esforçava pra ca.......lho e corria..e ela vinha atrás.....e PUUUUUF...caía...tá com os joelhos e o cotovelo ainda marcado....pois é amiga. Espero que seja fase mesmo! hahahahaaa...e seu texto tá engraçado demais!! super beijo, super bom dia, e bóra lá incentivá-los de alguma forma!!
Já tentou um patinete?

Pequenos Mimos disse...

Ciranças, crianças, tão cheias de vontades e querer...aqui a situação é o contrário, meu pequeno ser só quer saber de correr, andar é pros fracos, corre pula tudo ao mesmo tempo, bicicleta os olhos brilham, mas ainda não consegue pedalar e a mãe aqui tem que ficar empurrando,a s costas amam tudo isso.
Já a ranhetice aqui também também, é um tal e virar a cara para as pessoas qd vem falar oi que dá nos nervos...e até um tmepo atrás era só sorrisos.

bjs

Mariana - viciados em colo disse...

me abraça!
calma carol, você sabe que isso vai passar e vc vai achar um jeito mágico e lúdico para tirar a bundinha de isaac do sofá. eu sei e vc sabe! mas ele não quer a bicicleta, encontre outra coisa que ele goste: patinete, futebol, capoeira, correr livre, sei lá... tente dar preferência a este tipo de programação nos finais de semana e mostre como VOCÊ se diverte andando de bicicleta e tal. talvez seja a única solução... e espere que a vontade vem!!!
beijoca

Celi disse...

Carol,
Talvez seja uma fase. Não? Um certo receio ou a espera do momento adequado. As crianças acabam tendo preferências por certos brinquedos em determinadas épocas. Acho que vale o investimento e o reforço para que se entusiasme com a bicicleta. Talvez um parque, um lugar que encontre outras crianças andando de bicicleta.
Realmente a gente pensa mil coisas. Sabe que a grande maioria dos meninos da escola do Felipe (da sala dele) fazem aula de futebol. Adoram!!!! Todas as mães comentam e falam para eu levá-lo para fazer. Mas ele não se interessa por bola alguma, brincar de futebol é raro. Mas quem sabe no futuro...
O que dá para fazer é observar realmente o que chama a atenção dos nossos pequenos. O que pode vir a ser interessante. Só não dá para abandonarmos a ideia.
Acho que devemos ter a preocupação de exercitarem desde já.... seja nas brincadeiras, com brinquedos ou aulas específicas.
Beijos

Karin :: Mamãe e Cia disse...

Aiiii Carol.. essas crianças viu... Não é fácil. Aliás... NADA fácil.
Mas eu acho que isso é só fase, logo ele aprende a gostar das brincadeiras que os amiguinhos na escola gostam e sai do sedentarismo!!!

Torcida!!!

Beijos

Karin
www.mamaeecia.com.br

Futura mãmã disse...

Ks e pena ele nao se interessar por nada de desporto...bj

Carolina disse...

Isaac poderia ser meu filho! (risos)
Eu tbm já tentei fazer minhas filhas lerem, brincarem, jogarem, e etc com várias coisas que EU achava legal, mas elas só foram ler, brincar, jogar e etc depois que viram algum amigo fazendo. O negócio é comprar bicicleta para os amigos todos da vizinhança pra ver se o pequeno se anima... já pensou? hahahaha

Bianca disse...

Carol, nem sei o que te dizer.
Bem, aqui em casa a minha mãe dizia que eu era a Hitler, rs, Explico. Aqui em casa não tinha muita opção, por opção. Não tinha jogos (X-box, playstations, afins), pc, só se estivesse chovendo. Não tinha tv a cabo, nada de discovery kids, por exemplo. Filminhos em dvd, só chovendo também. Mas apesar da tirania, rs, eu morava em casa, com quintal, cachorro, 480m para pedalar, andar de patins, etc. Comprei prancha de surf, morava em frente a praia. eu dava muitas opções, não acha? Talvés, se vc cortar todas as opções sedentárias, ele passe a ter que optar pelas outras.
Beijos

Liza disse...

Alguém aqui já falou isso, mas reforço: só indo com os amiguinhos andar de bicicleta pra fazer estas pernocas se movimentarem. De uma hora pra outra, estas pequenas criaturinhas começam a funcionar só em bando. Sozinhos (ou com papai e mamãe, pra eles acho que dá no mesmo), nada feito.

bjim

Ana Claudia disse...

Dá um abraço aqui Carol!!!
Pronto, agora fique calma e tudo bem se ele não quiser andar de bicicleta ou chutar bola...de repente encontra algo mais bacana e tão bom quanto pra fazer e goste muito!

bj

(Mamãe) ~Pinel disse...

Desculpa Carol,
mas eu ri! hehehehehehe

Diante uma resposta dessas, confesso que eu ficaria sem reação, afinal, como assim ele responde que não ouviu nada!? Ixi!

Espero que essa fase passa... e talvez ele deixe o sedentarismo de lado quando as aulas voltarem, não?

Bekka disse...

rs, adoro os textos do teu blog!
Já tentou fazer do que ele gosta um esporte? Fazer as brincadeiras dele virarem uma atividade física mesmo, os bonequinhos saírem andando por aí, e etc. rs Hummm.. não acho que exemplos de pilates e academia também sejam as melhores formas de estimular, eu por exemplo, quando era criança (ha não muito tempo atras rs), não gostava de acompanhar minha mãe nas coisas dela, sempre achava chato, e essas coisas acabaram se tornando chatas pra mim. Mas sei lá né... Bjs!

Melanie Brown disse...

Personalidade fortíssima a dele!

Carioca disse...

Carol, meu filho vive correndo, pulando, é muito agitado, mas tb não demonstra nenhum interesse em pedalar ou jogar bola. Gosta da natação, embora tente direcionar a aula o tempo todo, só para ficar brincando no rasinho e "pular" os mergulhos... Também fico pensando: Pq meu filhote não curte chutar uma bolinha prá lá e pra cá? Seria tão bom poder brincar assim... Ou ficar um bom tempo pedalando enquanto eu pudesse assistir sentadinha?
Então, haja criatividade para entretê-los com jogos, novidades e aventuras, pra não recorrer à tv o tempo todo!
Mas uma coisa me intriga: será absoluto desinteresse ou medo de não fazer direito? Às vezes me parece que meu filho tem medo de não fazer direito e prefere não se expor... Um dia ele falou que não pedalava pq tinha vergonha. Eu expliquei que temos que aprender antes de saber fazer e elogiei muito pequenos progressos na pedalada, mas ele logo perdeu o interesse de novo.
Enfim, pode ser uma bobagem, mas vc já teve essa impressão com o Isaac?

Tatei e Nana disse...

Carol, meu filho é igualzinho!!! Tanto no sedentarismo quanto as atitudes que nos fazem querer gritar... Se descobrir um jeito de resolver uma coisa ou outra (ou ambas), por favor, me avise!!!
Bjs

Lu Azevedo disse...

Puxa, Carol... Que que eu posso dizer, amiga? Continua incentivando... Da o exemplo, sai pra andar de bicicleta sem insistir pra ele ir junto... Um dia ele vai. Ele ta passando por uma fase, da pra perceber pela sua descrição da personalidade dele, da timidez, dos acessos agressivos. Deixa ele quieto, mas esteja sempre disponível. Fácil falar, difícil fazer, eu sei... Mas vai passar, tenho certeza!

Queridona, sobre o desfralde, escrevi a parte do coco pensando em vc (soou estranho, ne? Rsrs). Espero q encontrem uma solução logo!

E sobre sua pergunta... Já imaginei a carinha da Lily mil vezes, já desenhei ela na minha cabeça, mas parece q a mocinha não quer sair pra eu confirmar minhas expectativas não, viu?

Esperemos.

Beijos!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails