sexta-feira, 8 de julho de 2011

Coooome, meu filho, coooome....

E eu venho conversando com muitas mães de meninos de quase 3 anos.

Por quê?

Oras, por que essas criaturinhas se transformam muito rapidamente e deixam a gente cheias de dúvidas e inseguranças. (ok, meu filho, ainda bem que você não sabe ler, né????)

E no momento, com criança que escolhe pacas o que comer ou não, as minhas maiores dúvidas e preocupações estão relacionadas aos alimentos.

Que tipo, que hora, quanto, como, deixo, não deixo, forço ou não... E daí que, no meio dessas conversas, vejo que não sou a única.

Vejo que meus problemas não são tão enormes assim.
Vejo que Isaac manda bem pacas nas comidinhas saudáveis.
Ele adora pepino, brócolis, cenoura e sopa de legumes.
Pede arroz e não macarrão.
É fã de queijo branco, peixe e suco de fruta.
E ó, não é muito chegado nos docinhos.
Um presente do papai do céus, esse menino.
Mas tem dado trabalho sim.
Quer dormir na hora do almoço. Come pouco.
Analisa e avalia muuuito antes de comer e por aí vai.
Tem dias que o estress chega no auge antes mesmo da terceira colherada.
Ele faz uma manha danada e se deixo ele comer sozinho aí que a coisa não anda.
 Tem dias que me rendo total (e concordo, da maneira mais errada) às refeições na frente da tv, ou entre brinquedos, ou lendo um livro.

Esses dias, férias, chego pra pegar Isaac na vovó e a notícia é sempre a mesma: Ele comeu só um pouquinho.
Fora que, se deixar, a cria toma leite o dia todo, sem reclamar ou pensar em outra opção.
E entre tantas insistências a "hora do papá" fica cada vez mais chata...
E aí?
Alguma dica milagrosa, meninas?
Sou toda ouvidos...

24 comentários:

Anne disse...

ai senhor!
muito antes dos tres, obviamente sem criterio nenhum,Joaquim esta ha 3 dias sem comer...
ele nem esta doente, simplesmente só come fruta e queijo!

eu me seguro Carol!! Me seguro!!
Nao insisto, nao forço, nao faço chantagem, nao faço trocas com comida. Até pq J é pequenino e nao vai entender, mas naoquero fazer isso nunca!
Acho alimentaçao um treco super sério e sei que várias das minhas compulsoes alimentares vieram do fato de eu ter sido mal criada, na hora de comer.
Uma vez eu escrevi sobre isso, é um post que chama "para nao criar gordinhos""
Sao idéias lindas, fazem super sentido.
Mas na prática hj eu se que pode ser diferente.

Cada vez que ele se recusa eu lembro de uma frase da minha orientadora: nenhum ser humano passa fome voluntariamente na oferta de comida.
Nao quer, nao quer...
Daí eu choro, e td bem...

bjo boa sorte

Martha disse...

Ah... vou sentar e esperar as dicas tbm.. pq bem antes dos 3 (como com a Anne), minha Laís, que come tudo de tudo, simplesmente tbm não quer comer..
Eu faço tudo o contrario do q deve ser feito... Insisto, faço chantagem, crio uns tres pratos de comida diferente... e todas as outras.. e mesmo assim, Laís só come o que quer e quantidade que quer. (isso se resume a omelete) E eu? me descabelo!! Simples assim..
Vou tentar leva-la num nutricionista (ou mágico, qualquer um, o q eu quero é ajuda! rs) para ter alguma orientação... pq para sentar e esperar a vontade dela voltar eu vou acabar surtando!
Não ajudei muito, né?!
rsrsrs
Bjnhos em vcs!

Wellington Leite disse...

Oi Carol, muito legal seu blogue. Passeio por ele vez ou outra!
Em casa, meu filho de 1 ano e 11 meses, passou de um glutão para candidato a faquir.
Às vezes, se recusa a comer depois da segunda colherada. E pede suco, mamá, pãozinho, queijinho, etc...
O desespero bateu até na minha mulher, nutricionista. Aliás, a mãe é a primeira função. Com o filho dela, os 4 anos de nutrição parecem não ter existido.
Bem, mas conversando com as professoras da escolinha e com a nutricionista de lá, chegamos à conclusão da pessoa acima: ninguém morre de fome por opção.
Aí o stress acabou.
Depois do café da manhã, ele não come nada.
Se quiser dormir na hora do almoço, tudo bem. Mas não há comida fora de hora.
Quando vai comer, o deixamos só. Bagunças à parte, tem funcionado.
Se pede fruta, suco ou outra coisa, dizemos: só depois do almoço.
É claro que a mãe sozinha ou quando as avós estão por perto, o almoço e o jantar vão por água a baixo.
Mas hoje, está tudo bem. Um dia sem almoçar direito, não nos assusta mais.
Grande abraço

Um espaço pra chamar de meu disse...

Amiga,nesta fase de idade meus filhos ficavam com a avó a maior parte do tempo,pois eu trabalhava,e sei que lá a comida é sempre saudável,legumes todos os dias,os dois foram apresentados a todos...
Su hj com 11 come de tudo,no mercado pede repolho,brocólis,chuchu(eu odeio)e tal,Dan detesta os verdes,só escapa o alface,come beterraba obrigado,mas adora peixe,carne...eu fico meio perdida,pois ele hj tem 8 e ñ dá para convencer muito nesta idade...
Qdo era menor minha sogra dava comida para ele contando histórias,igual ela fazia com meu marido,e qdo ele está doentinho eu dou comida na boca,o moleque come de tudo e nem vê...
Acho que as dicas são boas,mas nem sempre funcionam com todas as crianças,e acredito que eles tem mesmo esta fase de pouco comer...
Espero que apareçam dicas boas por aqui...

Dani disse...

Casrolzitcha: a Nina faz isso comigo desde os seis meses. Uma graça de menina! Já perdi a conta de quantas vezes chorei por isso.
E que fiz gracinha, rebolei, fiz chantagem. Mas ela não come. Simples. No máximo 8, 10 colheres. E só, amiga.
Uma beleza!
Tô solidária, ever!
Dani

Re disse...

Meu deus, esta parecendo o meu sobrinho, tb de 3 anos..será que isso eh de criança, pq minha outra sobrinha, irma desse, come que nem uma draga..vai entender. Pena que nao posso te ajudar, pq ainda nao cheguei nessa fase..ai ai ai, olha o que me espera...

A mãe dos Gêmeos disse...

Em casa que tem comida crinaça não passa fome!!!!! Dizem os antigos!!!!
E o que faz com uma criança que simplesmente não come carne, nenhuma de jeito nenhum????
Ana
http://amaedosgmeos.blogspot.com/

Mari Hart disse...

Carol, meus 3 comem de tudo e mais um pouco. Começamos desde o berço qdo mudei minha alimentação para dar exemplo a eles. Então eles nasceram nos vendo comendo coisas saudáveis e hoje tudo o que Pedro come ele pergunta antes "é saudável?!", rs...

Acho que vc deve estar mais preocupada com a qtde né?! Mas o que vc acha pouco!? Talvez seja o suficiente pra ele! Pedro passou por fases de comer super pouco e tive até que completar com suplemento, mas eu não insistia para não traumatizar, eu sabia que mais cedo ou mais tarde ele mudaria, e não deu outra. Hj é capaz de comer comida 3/4 vezes ao dia. P/vc ter uma idéia, ontem no jantar Stella jantou o strogonoff do almoço, e Pedro preferiu os legumes cozidos que eu estava fazendo na hora. Comeu abobora, couve, batata doce, xuxu com frango desfiado e massinha cozido apenas na água/sal/azeite.

O lado ruim é que temos uma dificuldade terrível p/lanches já que ele ão come nem pão de queijo e cachorro quente por exemplo. Acho que tudo é fase, e o melhor caminho é não forçar nunca!

Bjs!

Tiffany Stica @blogdati disse...

Carol, até me senti mais leve lendo seu simpático texto e mais uma vez podendo comprovar a mim mesma que meu filho não é o único a "selecionar rigorosamente" os alimentos, me deixando nervosa em absolutamente todas as refeições :)

Meu filho está com 3 e meio e faz exatamente o mesmo que o Isaac. Ele adora brócolis, espinafre, castanhas, arroz puro, filé de peixe grelhado, banana, maçã, cereais... toma muito suco e água e menos leite, mas tudo em doses homeopáticas, sabe?! Nosso melhor almoço nestes últimos 6 meses é o de 8 colheres de sobremesa. Que tal?
Mas ainda assim ele tem energia para brincar, cresce a olhos vistos, quase não adoece e nem resfriado teve neste ano, então... ao que tudo indica, àquela máxima de que "eles ingerem o que realmente necessitam para o consumo do corpo" está valendo aqui e aí tb.
Boa sorte. Um beijo. Ti

Paula disse...

Oi Carol o meu também nao tem nem 2 anos e vez ou outra empaca. Li o comentario da Anne, e minha mae me diz a mesma coisa. Entao tento superar o trauma e deixar ele sem comer ate que a fome aperta. Agora o leite aqui também é campeao. Ontem na hora do jantar foi a maior choradeira pq ele queria leite. Chorou. brigou, esperneou e eu falando que ele ia comer comida e ele querendo leite. Ficou sem comer até quase 9 da noite qndo se deu por vencido e comeu a comida. Ontem eu ganhei mas sei q nem sempre vai ser assim. Acho q essa luta com a comida ainda dura bastante viu. Eu me lembro de ter 7-8 ou mais e minha mae nao deixar eu levantar da mesa até almocar.....entao menina só nos resta nos armar de muita paciencia. Boa sorte!!! e bom fim de semana

Mãe de Duas disse...

Aqui Stella sempre comeu de tudo e bem. Lia vive de luz solar. Mas pro danoninho ela sempre tem apetite.
O homeopata me deu uma explicação, me apeguei nela: tem crianças que se saciam com pouco. Resolvi aceitar. Mas fico com a pulga atrás da orelha...
Bjo

Fabi disse...

Putz, Carol, não sou muito boa nesses conselhos, mas eu relaxo, sabia?
Quer comer, come. Não quer? Não come.
Ah, ele só come se a TV estiver ligada? Tudo bem, liga a TV.
Quer comer desenhando? Tudo bem, desenha aí.
Ele está saudável, seus exames estão normais, tá tudo certo? Então, tá tudo bem?
Tem dias que o meu João come melhor e em outros quer tomar 10 mamadeiras, principalmente aos finais de semana quando está comigo. Durante a semana, com a babá, ele come melhor. Ele faz muita manha porque sabe que isso deixa qualquer mãe louca. Eu já me preocupei bastante com isso, mas hoje eu deixo...
Beijos e boa sorte,
Fabi
http://principezinhos.wordpress.com/

Micheli disse...

Carol,
Por aqui também temos altos e baixos (olha o post que eu não terminei e falta publicar). A pequena curte alimentos saudáveis, mas tem dias que implica e não quer nada. Tem dias que tenho de criar um prato divertido para a comida ser animadora. E tem dias que ela come tudo e mais um pouco. Vai entender. Acho que é normal.
Olha, sempre que ela está com muito sono, como você descreveu, ela não come nada, não. Então a dica seria o Isaac comer mais cedo ou depois da soneca... Porque sono e fome nessa idade não combinam mesmo.
Beijos e boa sorte para todas nós!

Lane e Pedro Henrique disse...

Gostei de ver que não sou a única mamãe neste barco! Até já me senti melhor, frente à greve de fome que meu filhote faz em determinados dias. Bjs!

Lu Azevedo disse...

Ai Carol,

Esse é meu problema desde sempre com o Nic. Se deixar, também toma só leite o dia todo. Pelo menos agora ele anda deixando de ser tão seletivo e já aceita mais legumes que antes, o que pra mim é um alívio.

E como o Isaac, se eu deixar ele comer sozinho, aí que não come nada mesmo. Então, tenho voltado a dar comida na boca e leio livros junto. Isso faz ele comer melhor, mas não é uma regra... Depende do humor...

E se vc diz que de vez em quando ele prefere dormir ao invés de comer, será que não é sono mesmo que faz ele perder o apetite? Ou na janta ele tb não come? De repente se vc experimentar dar o almoço um pouco mais cedo (e talvez cortar algum lanchinho no meio da manhã, se houver)...

Enfim, boa sorte!

Beijos!

Lu

Carolina Pombo disse...

Carol, acho que como todo mundo, criança tem dia de apetite tem dia de falta de apetite. O mais importante é você continuar oferecendo alimentos variados e saudáveis. Uma coisa legal que a escola da Laura faz é ter um horário diário para a roda das frutas e aí todas as crianças trazem alguma para compartilhar. A professora pede que a gente varie e assim elas curtem experimentar outros sabores em grupo! Noutra ocasião, eles fizeram uma roda de legumes! O iame que Laura não comia em casa, detonou na escola! rsrsrs

Beijos

Ich Hausfrau disse...

que vida dura hein! Infelizmente eu não tenho nenhuma dica pra dar... meus sobrinhos são todos bons de garfo e não dão trabalho na hora das refeições.. só espero que a Luisa seja assim tbem! mas não desista! =)
bjo
Ich, Hausfrau
www.ich-hausfrau.com.br

Mariana disse...

carolzinha, a muito que me rendi a brincadeiras, tvs ou qq coisa que o entretenha, enquanto eu "soco" a comida. Mas não pense não que assim come qq coisa não...é só o que ele gosta, e na quantidade que quer. Mas pelo menos é sem brigas, sem stress, e a comida entra na boca.
esta fase dos 2 aos 3 anos eles precisam dominar em alguma coisa, e se ele ver que te domina com a comida, está perdida. minha sugestão: oferece, mas não insiste, não da leite entre refeições ou como refeição, usa e abusa das brincadeiras, mas NUNCA deixe ele ver que tá te dominando. Mantenha a calma e controle, como se a comida fosse algo nada demais, tipo assim, não tá com fome, ah, pena, e só da comida na proxima refeição.
lá em casa funcionou! beijos mariana

Paula Ruas disse...

Carol, fiz um post justamente sobre isso no meu blog: http://mameemimada.blogspot.com
Espero que ajude, beijos!!

Ioly a dona do verdades... disse...

Carol, a Mi come igaul passarinho (minha mãe fala que eu era assim também), mas está ganhando peso normalmente, acho que é do jeitinho de cada um.
Ela anda implicando com verduras, então faço de forma que ela não veja, trituro na sopa, no molho do macarrão, amasso com o caldo do feijão etc.
As frutas em tempo em tempos ela muda o gosto e a preferida, eu ofereço sem forçar, e sempre ofereço e ofereço, é uma chatice não é?
Mas faz parte
bjks

Carolina disse...

Nossa o Bruno (3 anos) é igual!
É de enlouquecer né? rsrsrs
Ele aceita super bem os alimentos mas fazer ele sentar e comer é um parto!
Beijos e boa sorte para nós... rsrs

Bianca disse...

Ixi, vou desejar que esssa fase passe logo. A Luana teve essa fase, eu nem lembo mais como fiz. Sei que sempre insisti que ela comesse até o que ela não gostava. Hj ela gosta de tudo, amém.
Bjs

Celi disse...

Carol,
Como nos preocupamos com os filhos. Ainda mais quando não comem. Mas é isso que você escreveu, todas as mães ou praticamente quase todas passam por isso.
Preocupa e muito! Dá vontade de forçar, falar que não vai sair da mesa, dizer que pode comer na frente da TV assistindo desenho ou filme. Enfim, são mil alternativas e sempre ficamos pensando, pensando o que é melhor a ser feito.
Sabe que por aqui também passo por isso. Sou mega encanada. Fico me perguntando: Ai meu Deus, por que será que não está comendo? Será que está com alguma coisa.
Mas o meu marido dá o equilíbrio dizendo que ninguém morre de fome e que uma hora vai comer. Aí nessas horas tento garantir uma boa alimentação. Na verdade, sou da opinião que devem comer o que gostam, mas contanto que seja saudável.
Um beijo e boa sorte.

cynthiasantos disse...

AI, amiga, passo por isso tb com meu serzinho de 2a5m...já fiz de tudo e me recuso a aceitar que seja normal uma criança que comia de tudo simplesmente parar de comer. Assim como o Isaac, Arthur se pudesse, viveria só de leite. Eu até aceitaria um pouco se ele não descontasse a inapetência diurna com 3-4 mamadas noturnas...até que em conversa com meu nutircionista (pai de 4), ele me recomendou umas vitaminas e um estimulante de apetite.Arthur agora está comendo super bem, até as frutas voltaram a fazer parte do cardápio!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails