terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Só não morri alí por que não podia (e também não queria)

Sai do banho todo cheirosinho, me mira bem fundo nos olhos e quebra as minhas pernas:

- Mamãe, você também vai ficar velhinha e vai lá morar com Papai do Céu?

Nó na garganta, aperto no peito, uma revolta com essa vida que é muito injusta e uma vontade alucinate de dizer "não, nunca, nunquinha, jamé", mas as coisas não são bem assim, né?

- Bom filho, todo mundo vai fazer um montão de aniversários, um dia vai ficar velhinho e vai morar com Ele sim.

Olhar pensativo e bico.

- Mas eu vou ficar sozinho? Sem mamãe????

Desespero interno: Memata, memata, memata, mas antes meabraça!

- Não filho. Ainda vai demorar muito pra isso acontecer e até lá você já vai ter sua própria família, sua mulherzinha e seus filhos todos.

Suspiro longo.

- Mas eu não quero ter filhos.

Revolta interna: "Como assim?????? E eu sem meus netos pra perpetuar a neurose que você não vai mais me deixar ter?????"

- E por que você não quer ter filhinhos?

- Porque eu não vou gostar se eu sair com eles e eles começarem a chorar.

Grito interno: MEU DELLLLLS! ISSO É CULPA MINHA, COM CERTEZA!!!!

- Mas ter filhos não é só isso, né Isaac? Temos as nossas brincadeiras, papinhos, livro, tudo, não é?

- É.

- E se eles chorarem você senta e conversa com eles.

- Que nem a gente?

- Isso. Como a gente. E funciona?

- Eu gosto.

- Eu também, filho, eu também. Aliás, a mamãe te ama muito.

- É. Mas por que o Pinochio está com esse bico?

.....


12 comentários:

Iolanda Lopes - Verdades e Carinho de Mãe disse...

Dá um medo, quando eles nos fazem enfrentar a realidade natural e um pouco indesejada por nós mães. Que nem sempre estaremos ao lado deles, e que a vida seguirá.
Mas que venham muitas velinhas para apagarmos!
A Mi fez algumas perguntas do tipo esta semana: - Qdo a gente morre, desencarna e vai morar com papai do céu? - E a gente se encontra lá no céu depois?
...
Lágrimas... agora, porque na hora juro que respondi (sem chorar).

Futura mãmã disse...

A fase das perguntinhas complicadas rs
Beijo

Mari disse...

Ouch! Ainda bem que as crianças saem dos assuntos complicados com a mesma facilidade que entram, assim a gente ganha tempo pra tentar (em vão?) elaborar uma resposta satisfatória...
beijo!

Beatriz Burle disse...

Ai que fofura! Gente, nem me imagino respondendo a essas perguntas cabeludas.. rsrs

Beijãoo

Re disse...

Sabe, assim que a minha mae faleceu, a primeira coisa que eu disse pro meu marido foi que eu nao queria ter filhos, pq eu nao queria que eles passassem pelo o que eu estava passando..mae devia viver eterna e so ir embora quando o filho for tb. Mas nao eh assim e so nos resta prepara-los para esse dia, que eu espero demore muito muito muito pra chegar. Bjs

Camila disse...

Queridam, já ouvi essa tbem, praticamente igualzinho o papo que rolou aqui em casa. Tamanha a insistência da minha filha, acabei falando que eu não ia morrer nunca! Ah, não aguentei, ela chorava desesperadamente de se imaginar sem mãe, eu pisei na bola e contei essa mentirinha branca... Muito, muito difícil...
Bjos,
Camila
www.mamaetaocupada.com.br

Carolina disse...

Eu sempre fui impulsiva, uma adolescente sem medo da morte. Depois que virei mãe fiquei super medrosa. O que será dele se eu faltar? Ele me disse que se eu morrer ele vai chorar todo dia. Corta o coração né?

(Mamãe) ~Pinel disse...

EU não quero nem pensar em quando chegar a minha vez de responder coisas como essas!!!

Deve dar uma tristeza na hora que ele escuta que a mamãe vai morrer né?
Eu lembro que o meu irmão mais velho falava que minha mãe não ia morrer nunca, e que ele seria criança para sempre!

Danielle Cardão disse...

Criança tem cada idéia né? Eles deixam agente sem jeito e que bom que você conseguiu conversar com ele e fazê-lo entender um pouco o que acontece. Eu nem sei o que responder se meu filho me perguntar isso.

Bjssssssssssssssssssss, Dani Cardão.

Celi disse...

Que situação Carol.... realmente faz a gente pensar muito sobre a vida, sobre a nossa relação familiar. Uma pergunta dessas, quebra as pernas, dá um medinho tremendo. Mas temos sim que prepará-los de alguma maneira, pois é a vida, faz parte...
Agora, perguntas que merecem respostas sucintas. Lembro bem de orientações de que devemos respondê-las de maneira sucinta, apenas para matar a curiosidade, sem ir além.... tudo vem com o tempo, assim como a compreensão.
Beijos e espero que tudo esteja melhor por aí.

Martha disse...

Caro.. tenho um medinho de quando essas perguntas começarem.. esse nó na garganta pode comprometer a resposta.. mas vc se saiu bem.. !!!!
Bjnhos em vcs

JACK ROSA disse...

nossa que lindo, seu filho é uma graça. Amei o post..bjksss
http://diriodeumamedeprincesa.blogspot.com/

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails