terça-feira, 28 de junho de 2011

Toquezinho básico

Já falei que ser mãe é uma loucura?
Muitas vezes.
Já utilizei o termo "esta cabeça louca" algumas vezes?
Mais do que deveria.
Já me chamei de doida, sem noção ou ri da própria desgraça?
Ô.
Então tá.
Agora posso reforçar meus conflitos com o tal toquezinho do título deste post.
TOC meu bem, não toque.

Ele mesmo. Mais um transtorno nessa existência.

Não.
Nenhum médico credenciado e especializado diagnosticou e assinou embaixo.
É outra coisa dessa cabecinha louca.
Explico.
A mania, fobia, doença, transtorno ou frescura agora é por organização.
Fiquei neurótica.
Neurótica por ver tudo guardado, organizado, arrumado.
Tu-do.
Quase tudo.
Os brinquedos do Isaac, por exemplo, depois de tanto contato com baba (do fiho e dos cachorros), sujeira, terra, poeira e pedaço de comida, se desenvolveram numa forma mutante que tem aversão aos lugares apropiados, caixas e armários.

Aí você deve estar falando: Aaaaaa, mas essa Carol é muito dramática... Tá surtando com a bagunça do filho e vem falar que tem TOC...

Ok. Concordo com você. Mas algo mudou por aqui.
Os brinquedos que antes ganhavam uns chutinhos até saírem do meio do caminho agora povoam meus sonhos, pensamentos no horário de trabalho e tomam boa parte do meu final de semana.
É sim aterrorizante.
Primeiro porque meu filho custa a aprender que se tirou-bricou-cansou tem que guardar de volta e me responde com:

- Mas eu estou muito cansado, não consigo guardar...

E eu piro.
Enlouqueço.
Viro a doida.
Depois que, a irritação toma conta do meu ser porque, além do filho mal educado e bagunceiro, participam da rotina da minha casa duas criaturas que tiram as bagunças do Isaac de um lugar e colocam em outro.
E esse outro, queridas, está longe de ser o bendito lugar certo!
Exemplo? Tenho uma tonelada.
Faz uma semana que filhote tirou um livro da prateleira e deixou na cozinha. E lá a publicação ficou (sendo engordurada e tals) até ontem quando eu disse "Fulana, o lugar desse livro é na prateleira, no quarto do Isaac, ok???". E o livro apareceu aonde? Na mesa de jantar.
Da cozinha pra mesa de jantar?
Um insulto.
Provocação. Só pode ser.
E não é só isso. Essa mania louca está me dando dor nas costas, nos ombros e de cabeça.
Onde já se viu? A pessoa agora levantar correndo da cama pra colocar uma coisa ou outra no lugar????
Pirei.
Surtei.
Endoideci.
Pois bem que o trabalho do brincou-cansou-guardou com o Isaac está sendo mais árduo, mais bravo e por consequência mais chato.
E eu vou levando.
Sem gostar mas vou levando.

E vocês, hein? Conseguem fazer a cria colaborar com a arrumação????

19 comentários:

Telma Maciel disse...

Pois a Sofia fala EXATAMENTE a mesma coisa por aqui... "Agora tô cansada" mas dali a 5 minutos tira outra coisa do armário e a anterior fica jogada. Qndo apelo, brigo e etc e tal, ela pega as coisas e coloca em cima da mesa do quarto... tbm não sei mais o q fazer! É realmente enlouquecedor!!! kkkk
Beijo

Renata disse...

O André ajuda desde que eu faça também. Ele não guarda sozinho os brinquedos, mas ajuda...um bom começo, né? Só que ele anda irritado porque a Nana também faz bagunça e nunca ajuda. Esses dias disse que quando ela crescer vai bagunçar muito só pra ela guardar (vingança?? rs).
Eu era mais encanada com a bagunça, mas agora relaxei um pouco...
Boa sorte aí!!
beijos

Dione disse...

Carol, funciona melhor qdo eu digo "vamos guardar juntas?". Mas já falei que só pode pegar outro brinquedo se guardar o que estava usando, já ameacei que o que eu tivesse de guardar sozinha iria para a doação, já joguei no lixo na frente dela (algo que podia ir pro lixo mesmo). E tb não tive que falar nada, já fui surpreendida por ela guardando os brinquedos sem eu dar um pio. Ou seja, entender eles entendem, mas são de lua.
Agora, qto ao toc, filho deixa mesmo a gente "transtornada". O resto da vida, eu acho!!!!!!
Beijos!

Mari Hart disse...

Carolzita, eu já fui assim! Meu marido me chamava de Mônica (aquela de "Friends",rs). Mas eu me estressava taaaaanto que qdo eles tinham essa idade por volta dos 2 anos larguei de mão. O resultado obviamente é o caos! Mas prometi p/mim mesma que não me estressaria mais e que até completarem 5 anos eu não iria mais ajeitar minha casa. Leia-se: pintar parede rabiscada, e arrumar a varanda lo-ta-da de brinquedos por exemplo. Fazer o quê né!? rs...
Bjos querii!

Anna disse...

Ai Carol, coloborar acho que não é bem a palavra adequada... Ele ajuda um pouquinho (e quando tá afim).

Mas acredito naquele ditado "água mole em pedra dura...". Então vamos levando.

E vamo que vamo!!

Mãe de Duas disse...

Aqui a Stella sofre de surdez seletiva e a Lia tem dores de mão e braço horríveis as vezes que eu peço para elas guardarem as coisas, sacou?
Já surtei, chorei, bati porta. Ganhei rugas. Hoje, inspiro, expiro e desencano. Eu tento, vai!
Beijos
Pri

Ivana - coisademae disse...

Ai carol, isso é um problema eterno!!! Aqui em casa chamo, insisto e ajudo a guardar, assim elas aceitam com mais facilidade. Mas se não o fazem, largo de mão! E olha que sou a organização em pessoa! Tô cansada, sabe? Você entende, né? Relaxa!

Bjos!

Fabi disse...

Entón, geralmente Joãozinho guarda junto as coisas comigo. Mas, durante a semana, o que ajuda meeeesmo é a babá. Santa babá! Que deixa tudo no lugar e não me permite surtar!
Popô, já falei que eu te amo hoje? Hahahahah...

Beijos, Carol, vê se não enlouquece maaaaiiissssss...
Fabi
http://principezinhos.wordpress.com/

Cristiane Mota disse...

Ai, ai.. uma das razoes da contratacao da babá é para que os brinquedos do B nao fiquem espalhados pela casa - tenho horror a bagunça, me tira do sério..

Mas ser mae é perder a cabeça muitas vezes -rs..

Fabiana disse...

Laura tem um ano e quarto meses e eu estou pirando na bagunça. Casa arrumada só de terça e sexta, quando a secretária vem. O resto, pura bagunça.

Mas eu acho que é na insistência mesmo. Todo dia, o mesmo discurso, e de preferência pedindo pra ele ajudar.

Ana do Chá e Viagens disse...

Carol, hj teu post fez eu dar umas boas risadas.
Bagunça é piração total na minha cabeça também, se isso te serve de "consolo"!
Mas diferente do bagunceiro (ham ham tadinho do Isaac...)o Pedro tem colaborado sim, um detalhe, colaborado em guardar os seus brinquedos, mas por esses dias inventou moda e achou a tal gaveta de DVD´s do papys, tira todos do estojo, esfrega no chão, mistura, então pensa?!
Marido furioso e nadica de Pedro querer guardar a bagunça, ele só guarda os "binquedo", afff

Força na peruca!
Bjinhos bem gelados daqui do sul
Ana
www.anaeguto.blogspot.com

Pinguinho da Mamãe disse...

Carol.
Parece que vc estava falando da Pinguinho..kkk
Brinquedos espalhado me irritam muito.
mas até que ela guarda. Depois de muita briga, ela até guarda (tá joga na caixa de brinquedos, mas joga lá!!)
Mas posso confessar, ja tive momentos de loucura tipo: Vamos recolher os briquedos? Ah, não. Eu não consigo. Vem ajudar a mamãe! Não. Ah, tá. Tudo que eu pegar fora do lugar, vai para o lixo!!
Depois de duas coisinhas na lata de lixo, tava ela me ajudando e recolhendo...kkkk
Loucura!!!kkkkkk
Bjs

Fabiana disse...

Ah... sempre fui chata com isso, Carol. Mas depois que me mudei para um apErtamento passei a ficar mais chata ainda!! Odeio bagunça... me suga as energias... fico mal. Então mesmo com muita reclamação não tem jogo comigo. Bricou, guardou. E hj ainda peço ajuda pra Júlia com os brinquedos da Joana. Tem dado certo. Agora, nas últimas duas semanas que ficamos enfurnadas em casa por conta de catapora... aí deixei de lado... o canto dos brinquedos tava mais pra canto da bagunça e eu me fiz de cega pra não surtar! Ufa! Enfim, acabou!
Beijos
Fabiana
http://2-ao-quadrado.blogspot.com

Ana disse...

As vezes sim, as vezes não.
Confesso que tem hora que prefiro eu mesma catar os brinquedos do que gastar ladainha, poupar meus ouvidos. Hora fácil é antes de sair: "A gente só sai se vc guardar os brinquedos no lugar." Aí fica facim. Kkk
O que tento fazer é não deixar espalhar muitos brinquedos. Parou de brincar com esse, vai guardar antes de pegar outro. Assim não fica pouca coisa no final do dia, facilitando.
Quanto ao toc me peguei agora arrumando os bombons na caixa. Os iguais enfilerados e juntos...
Abafa o caso...

Grace disse...

Claro que não!!
Tá pra nascer uma casa com criança organizada!!
A Clara tbem está "muito cansada" pra guardar os brinquedos, ou tem um ataque súbito de tosse, ou dói a mão, o pé, o dente...
Relaxa, flor...a gente já tem muuuita coisa mais pra se preocupar...
beijoss

Mamma Mini disse...

Ca aqui em casa quem tem toc é o David! Rsrsrs
Separa tudo por cor, tamanho, carros de Madeira separados dos de ferro, separados dos de megablocks...Rs
E ajuda a guardar sempre, mas não se anime, esses cabelos loiros e esta mania de guardar tudo pode de tornar uma nòia q enlouquece os pais por ser tão metódico e os pais tão bagunceiros Rsrsrs
Bjoooooo

Sara Lima Saraceno disse...

O que funcionou para mim: "Lara arruma tudo agora ou eu vou jogar tudo no lixo", daí, eu entrava na cozinha e voltava com um saco de lixo, daí, ela corria desesperada para colocar os brinquedos na caixa. Hoje, não preciso mais ameaçar... mas ela sempre me vem com um "Então me ajude"... daí, lá vou eu colocar 10 brinquedos na caixa enquanto ela coloca 3, mas já tá valendo!!
E antes que me pergunte se eu teria coragem de jogar os brinquedos dela no lixo (nada pior do que ameaças que não pretendemos cumprir, né??), desde já te digo que pelo menos alguns itens seria jogados diretamente na lata do lixo. Método de tortura mesmo...hahahahahaha!! Se não funcionasse, jogaria todos SIM!
Bjão

Celi disse...

Deve ser uma fase Carol rs rs rs Assim espero! Por aqui também acontece parecido. Ora pede nossa ajuda, ora diz que não guardará os brinquedos. Uma briga! Uma luta! Uma fala constante!
Um dia chegamos lá...
Todo dia a mesma coisa. Falo que tem que guardar. Que podemos ajudá-los. Mas tudo tem que ser do jeitinho dele.
Muito trabalho!
Beijos

cynthiasantos disse...

Estou nessa fase, também. Brinquedos que ficavam fora do lugar têm me irrtado muito, e não consigo fazer o dono guardá-los... tenso...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails