segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Hoje o blog é dele!

         

Nossa que tarefa difícil!
Falar de sentimentos geralmente é muito mais complicado para os homens. No Blog de uma jornalista, mãe, mulher, professora, e mais mil e uma utilidades, que meeeedo, mas vamos lá.

Decidi ser pai muito antes de virar pai.
Como a Carol já contou aqui no blog, demoramos muito pra concretizar esse sonho. Mas os obstáculos vencidos foram muito importantes, fomos nos preparando, nos descobrindo.
Não seria mais só o maridex, descobri que em alguns momentos difíceis deveria ser o porto seguro da família, da Carol, mesmo quando me sentia um pudim de lágrimas por dentro.
Encaramos o desafio de tentar e tentar, sem saber exatamente o que nos esperava na longa e deliciosa jornada de sermos pais do Isaac.
A espera chegava ao fim. Isaac resolveu chegar um pouquinho antes do previsto, um misto de preocupação e alegria, 25 de agosto de 2008. Com certeza esse dia nunca mais vai sair da minha memória. Correria pra fazer o tal do curso, preocupação de saber se estava tudo bem com os meus dois maiores amores, surpresa em ver aquele rostinho pela primeira vez, tudo isso ao mesmo tempo agora.
A família se transformou, minhas prioridades mudaram, hoje começo a entender o que é ser pai realmente.
Sempre coloquei o trabalho em primeiro lugar, deixava claro isso pra quem quisesse ouvir. Mas hoje, cada hora extra, chegada em casa depois do sono do bebê, sábados trabalhados, a esposa que não aguenta esperar acordada depois das 15 jornadas diárias, nossa! tudo isso tem um peso tão grande.
O Isaac precisa muito mais de exemplos, convivência, contato, amor, do que de “coisas”.
Me divido, sinceramente não sei ainda pra que lado correr, mas de fato comecei a olhar a vida profissional com outros olhos.
Os amigos também mudaram. Parece coincidência, mas boa parte dos que tenho há décadas resolveu casar e ter filhos, todos ao mesmo tempo. Uma ótima coincidência, os churrascos que acabavam em bebedeira hoje acabam em debate sobre como trocar fralda, como educar, a melhor escola, a viagem mais adequada com crianças, etc.
No entanto desde o começo desta historia tenho um grande medo: será que terei capacidade de educar bem?
Uma máxima que eu e a Carol repetimos desde a primeira gravidez é: “Deus nos de discernimento para sermos bons pais”.
Mas por mais que tentamos nos preparar, já percebi que não será uma tarefa fácil, muito menos previsível. 
Assim como todo ser humano meu filho é único, reflexo de todos os exemplos e experiências que podemos dar pra ele. Com isso a cada dia nos esforçamos para proporcionar as melhores expereriências, os melhores momentos, para estimular seu desenvolvimento. Mas será que estamos fazendo certo? Tomara que daqui uns 20 anos tenhamos a certeza que sim.
Mas o que eu mais tenho gostado disso tudo na verdade é tudo, cada minuto que passo com Isaac, me faz uma pessoa mais feliz, uma pessoa melhor. Olhar pra minha família e ver que somos felizes, que conseguimos transformar sonhos em realidade, ver esse bebezinho se transformando em uma pessoa de personalidade forte, com vontades e desejos.
Olhar pro Isaac no colo da Carol ambos sorrindo, me dá vontade de chorar de felicidade.
Com a paternidade estou conhecendo sentimentos e emoções que não imaginava existirem, na verdade estou me descobrindo como um novo ser humano.

Zé, maridex, amor da Carol e PAI do Isaac.

37 comentários:

Paula Dreger disse...

Lindo!

beijos

Fabi Coltri disse...

Parabéns papai.
Parabéns Carol.
Parabéns Isaac.

Pela família linda.
Excelente post papai!

Bjs Carol

Tathyana disse...

Eo Isaac tem muita sorte por ter pais maravilhosos como vcs. bjssssssssssss

Renata disse...

Ai que lindooooooooooo! Me emocionei de novo, já to vendo que hoje o dia vai ser de muitas lagriminhas por aqui. Esses papais estão inspiradíssimos.
Isaac, vc tem sorte, menino. Que a sua mãe era muito especial eu já sabia, mas seu pai é demais tb!!!
beijos, Re

Regina disse...

Que lindo, Carol!! Que papai emotivo e feliz!! Parabéns linda família!!
ótima semana!
beijos

tem post novo sobre trnstornos alimentares no
www.psicologaregina.blogspot.com

Mãe de Duas disse...

Lindo, lindo!
Família unida bloga junto!

Bjs
Priscilla

Ana disse...

Que lindo, profundo e real Zé!
Adorei!Parabéns, belo texto.

Amiga tá rolando um lindo kit de brinquedos de praia lá no Balde: http://baldedeareia.blogspot.com/2011/02/sorteio.html#comments
Beijos!

Li disse...

Zé, é com lágrimas nos olhos que escrevo para você!
Que lindo texto... E quantas verdades!
Realmente a dúvida que temos em nossos corações quanto a educação que estamos dando aos nossos filhos é diária e é também verdade que esperamos profundamente que sim!

Parabéns pelo post!

Aproveito para convidá-lo a ler o post do meu marido em meu blog:
http://passeadoeviajandoemfamilia.blogspot.com

Lívia.

Thaís Rosa disse...

Carol,
maridex é ótimo, como você!
Zé, delícia de post. Já mandei pro maridón aqui também, porque o dilema anterior dele também era o trabalho (ainda é), e a gente pensa que essa crise filho/trabalho é só das mães, mas é dos pais também. Legal demais você ter falado nisso.
E fica frio que vocês já tão cumprindo a missão direitinho!!!
beijos pra família

Fabi disse...

Oi Carol, Oi Zé... Olha, só quem se torna pai e mãe sabe e entende tudo isso que você descreveu hoje, Zé e do que você escreve todos os outros dias, Carol. Não é uma tarefa fácil, mas é algo que nos ensina muito. Também peço a Deus que ajude a mim e a meu marido a educarmos a nossa filha da melhor maneira possível. As prioridades realmente mudam depois da chegada desses pequenos... E que bom, né. Não consigo imaginar minha vida sem minha filha. Não consigo nem imaginar como era a minha vida sem ela. Devia ser tudo muito chato e muito sem graça. Junto com os filhos vem aquele sentimento de querer ser uma pessoa melhor pra poder dar um exemplo melhor. Que Deus fortaleça vocês dois pra educarem o Isaac da melhor forma possível. Vocês já são felizardos por estarem juntos, unidos e se amando. Acho que o principal pra educação de uma criança é ter uma família de amor, unida e bem estruturada. Daí pra frente tudo fica mais fácil ou menos difícil. Quando há cumplicidade, amor, união, paz... tudo tende a ficar mais ameno. Parabéns pra vocês três e felicidades hoje e sempre. Ah, e Carol, atualiza meu blog aí, hein. Bj Gde da Fabi.

Tchella disse...

ai caramba, zé! a faxineira tá aqui, só vem 1x por mes e tu vai me fazer chorar na frente dela? q bela mae que ela vai pensar q eu sou.... chorando na frente da telinha...

:)
tudo muda néam? até os motivos q fazem a gente chorar... hehehe

bjo, carol!

Mariana Hart disse...

Tô muito feliz em ver tanto pai bacana pela blogosfera! Sorte de nós mulheres! Parabéns ao pai do Isaac! Beijo nos 3! =)

Tô uma boba hj, chorando a toa! Mas não é p/menos né?! rs...

Ana Carolina disse...

Oi Carol,que declaração linda de amor pela familia, por aprender a cada dia a se tornar o melhor pai...

BJKS

quasemaepai.blogspot.com

Roberta disse...

Adorei, como é bom "ouvir" os dilemas dos pais e mais ainda suas declarações de amor pela família!!!

bj

Livia, mãe da Carol disse...

É tão emocionante ver o pai falar dos sentimentos que nascem junto com o filho...Admiro muito os pais que colocam os filhos na frente de qualquer coisa! Parabén Zé, pelo pai carinhoso, atencioso, preocupado e emotivo que vc é. Isaac é um menino de sorte! Beijos para vcs 3!

Camila disse...

Eu tava doida para ler o post do maridex da Carol querida e do pais do Isaac lindo, fofo e inteligente. Sabia que não me decepcionaria jamais: achei o máximo, muito, muito fã de vcs! Parabéns pelo post!!
Bjos,
Camila
www.mamaetaocupada.blogspot.com

Manu Paz disse...

Que lindo post... Muito emocionante!

Parabéns pelo excelente pai q és. No futuro podemos ter algumas duvidas onde erramos, mas pelo menos teremos a certeza que fomos os melhores que poderíamos para os nossos filhos.

Abraços!

Simone disse...

Lindoooooo!!!

Parabéns pelas verdades escritas, Zé. Parabéns também, Carol, por ter escolhido um ótimo pai pro Isaac.

Amei o texto.

Bjs!!!!

Sarah disse...

Ai que lindo texto!! Em forma de declaração de amor pro filhote e pra mamãe!! Adorei!
bjocas

Juliana Dalzoto disse...

Ah, tah bom, como é que eu faço pra não chorar aqui no serviço? Ahn, ahn, ahn?
Porque este foi o primeiro post da blogagem coletiva que eu li e já estou aqui, pra lá de emocionada!!!

Parabéns, Zé! Vc é um paixão mesmo!!! E poder expor seus sentimentos de tão bela maneira, fez com que eu admirasse ainda mais a família de vcs!

Parabéns, Carol, seu 'maridex' é 10!
Beijocas para o Isaac, reponsável por tta coisa boa que encontramos neste blog!

Super beijos
e uma ótima semana para vcs :)

Ju

projetodemae disse...

Muito lindo mesmo! O papai entrou super no clima. O texto ficou ótimo :)

Maridinho escreveu também. Tá em: http://projetodemae.wordpress.com/

Beijos, Ananda.

Juliana Ramos disse...

Lindo, AMEI!!!

Bjinhos

Karen disse...

Amei o post! Que família talentosa e unida.
Parabéns!

Karen
http://multiplicado-por-dois.blogspot.com/

Anne disse...

O maridex é praticamente uma entidade nesse blogue!
adorei o post, dá para pegar o amor com a mão!
bjos

MuitoCriança disse...

Oi Carol, faz tempo que não passo aqui, nem aqui nem em lugar nenhum. Trampis....tanks God.
Amore passei pra deixar um beijo e dizer que não esqueço os meus blogs que estão sempre lá do ladinho na minha lista de blogs. Bjs Paty do Nutrição e Cia com um pouco de tempo mais pro M&C Muito Criança.
A gente se ve no Face também....

Mamãe pela 2ª vez disse...

Que post lindo.
bjus

Dayane Cavalcante disse...

Ai credo...não consigo escrever...lágrimas...

marianadb disse...

Um beijo pra família que, mesmo sem eu conhecer pessoalmente, já está na minha lista de bauruenses preferidos. Hihihi! Beijos pros 3 :)
E to ampliando a listinha de todos os posts de pais lá no blog...
bjins

Mari
www.maedarua.com.br

Mamma Mini disse...

Adorei, aliás estou, assim como todas as mães, amando ver o ponto de vista masculino, cada um expõe sua visão de uma forma, mas todas super lindas em relação a família e ao amor pelos filhos e pela família em si, acho que o pai do Isaac também escreve super bem! beijos

Ivana (Coisa de mãe) disse...

Que relato lindo, quantas descobertas! Adorei!!!

Jussara disse...

Muito bom. É tão legal ver pais que realmente participam da vida dos filhos, a transformação pela qual alguns homens passam quando se tornam pais. E a não-vergonha de expor os sentimentos.
Adorei a frase: "O Isaac precisa muito mais de exemplos, convivência, contato, amor, do que de “coisas”."
E o fato d'ele ter se autodenominado "maridex" só demonstra a cumplicidade com vc, ou no mínimo bom humor. :)
Parabéns Zé, parabéns Carol!
Bjs.

Beta, a mãe disse...

To meio atrasada com os comentários da blogagem, eu até li o post ontem, mas deu pau na minha net e comentar via 3g não rola não. Amei o texto, fico feliz de ver que os papais da blogosfera são tão fofos e vejo que são participativos. Conheci o blog há pouco e ainda não conheço esse sobrinho tão bem, mas eu vou continuar aparecendo por aqui quando a NET resolver funcionar. Beijos e teve blogagem lá no nosso blog ontem.

Ana Cristina disse...

Adorei, Carol!! Parabéns família linda!!

Beijos

Ana Cristina

Marisa disse...

Zé, Carol e Isaac, queridos amigos de meus filhos, que se tornaram nossos...como é bom , como é maravilhoso, ler o que vc escreveu, me emocionar com tudo isso...vcs são demais mesmo.Outro dia, vc Zé, veio em nossa casa com o Isaac, e pudemos sentir o seu amor por ele. Parabens!! Continuem assim que vcs estão no caminho certo, com toda certeza. Suas palavras aqui, mostram bem isso. Obrigada por partilhar conosco essa sua família maravilhosa, obrigada por vcs serem assim tão especiais. Que DEUS os abençoe! Um beijão pros tres, Marisa

Lua Ugalde disse...

Lindo, lindo, lindo...acho que só consigo escrever isso desde que comecei a ler os textos dos pais.
Estou adorando ver a versão dele das coisas. Tenho visto que eles abriram mesmo o coração. Parabéns!!!


www.devaneioslunares.blogspot.com

Bianca disse...

Ahhhhh.. que lindo! Adorei! Bem que maridex poderia ser co-autor do blog, ou convidado especial hein?! QQ acha Carol? Beijos

renata disse...

Olá Carol, oi Zé... hello Isaac

Assim como disse o maridex, chorei de alegria ao ler este post.

No São José, Zé Eduardo sempre foi aluno nota 10, principalmente em exatas e biológicas. Hoje vejo que ele também é nota 10 na arte de emocionar.

Já a Carol, claro, é nota 1000!!!

ADORO VCS...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails