quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Parem o mundo!

Enfim.
Depois de 2 meses no esquema pega na escola-leva pra casa-almoça-leva pra natação-psicóloga-inglês-mercado-padaria-quitanda-amigos-trabalho, eu deitei a cabeça no travesseiro e fiz o drama que me cabe:

Why me, Lord?!?!?!

Fiquei um tempo deitada olhando pro teto, tentando me lembrar de algum detalhe bacana do meu meio período com Isaac.
E nada.
Não lembrei. E também não vivi.
E quase me matei afogada com o travesseiro.

Fiquei com raiva.
Como assim?
O dia agora é feito de compromissos e obrigações e a gente quase nem brinca mais.
Não tem mais aqueles longos papos.
Não veste fantasia e rola no chão.
Nada.

A gente não anda mais pelo condomínio, a gente não para no Bosque pra se encher de areia, a gente não vai andar no shopping só pra ir conferir os cartazes novos do cinema.
Nada.
E ontem, quando ele pediu pra fazer o cineminha do final do dia eu dormi. Capotei na metade do filme.
E o pequeno só me acordou avisando que o filme tinha acabado e perguntou se já era hora de ir pra cama.

E que ódio que me deu.
Dos grandes.
Ódio de mim, dessa vida corrida.
Desse tempo que corre.

E como é que foi que as coisas ficaram desse jeito?
Matematicamente simples.
Enfie tudo o que der e o que não der em 24 horas.
Pronto.

Excedi o limite.
De tudo.
E deu que agora levo uma vida milimetricamente regida pelos segundos que me cabem.

E eu não quero viver assim.
Não quero e pronto.

...


10 comentários:

Renata disse...

Ai Carol, to na mesma situação. A moça que trabalhava comigo ha um tempao me abandonou, então alem de trabalhar, levar, buscar na escola, dar banho e bla bla bla...ainda to lavando, passando, cozinhando, limpando banheiro e dia desses tive uma crise de choro pelo mesmo motivo que vc - não tenho mais nenhum tempo de qualidade com os dois. Só conversamos no trânsito, pois quando chego em casa to sempre ocupada com alguma coisa...não consigo brincar, nem ver filme, nem contar história, nem nada...
Tb não quero mais não! Não mesmo!!!

Boa sorte aí, lindona!!
beijos

Flávia Brito disse...

É, a vida de pai e mãe deveria ter no mínimo umas 30 horas e ainda faltaria. Vale a pena desacelerar e cuidar de uma prioridade por vez. Beijos!!!

Celi disse...

Carol como é difícil... também vivo em crise, ainda mais que faço tudo sozinha em casa. Estabeleço prioridades, tento fazer tudo no horário que os dois maiores estão na escola, mas como é difícil. Vivo numa cobrança interna. Acho que todas nós! Quero atender todas as expectativas e vontades de todos, mas cada um encontra-se numa fase. Como faz!???? rs rs rs Tento viver um dia de cada vez e faço o que posso... Boa sorte queridona! Espero que consiga encontrar um caminho, um tempinho para curtir ainda mais o Isaac.
Beijos

Mari Mari disse...

to com voces, minhazamigas! vamos dar as maos e sair pro mundo! ser mae é isso aí, gente!

Priscilla Perlatti disse...

Carol, o tempo não tem sido amigo aqui tb. Mas olha que louco, aqui já consegui me organizar para o tal tempo de qualidade, mas tenho que ficar brigando com elas para que saiam da frente das telas (tv, ipad, comp, etc) e ei, por favor, vem brincar com a mamãe!!!
A gente faz, faz mas nunca chega lá :-/

Beijos e saudades de vocês!

Pri

Excavanha! disse...

bom, reduza a velocidade, então!!
:-)
bom dia

nenecrescendo.com disse...

Como é ruim isso né? Voltarei a trabalhar na segunda, o pequeno, que esta com 8 meses, começou a fazer a adaptação no berçário e já estou com o coração na mão do tempo que vamos ficar separados, acabei de cair no choro no telefone com a minha mãe

Camila disse...

1, 2, 3, reduzindo já! Às vezes tenho essa sensação, qdo vejo q quatro, das 5 manhãs dos meus filhos durante a semana, estão comprometidas com alguma atividade. Não q atividade seja ruim, mas cadê ficar em casa á toa de pijama brincando? ADORO! Tive uma mega insônia essa noite, acordei cedo sem nem saber onde eu estava e as crianças, animadésimas, já queriam fazer cupcakes!! Encarei a cozinha, fizemos os bolinhos juntos e foi uma delícia! Os cupcakes ficaram HORRÍVEIS, mas valeu, sabe? Deu um gás nisso q pode faltar de vez em qdo. E agora precisamos melhorar essa receita, fazer cupcakes decentes, enfim na próxiuma manhã sem atividade, vai rolar cupcake em casa e de pijama!! Boa sorte para vc!
Super bjo,
Camila
www.mamaetaocupada.com.br

Mamãe pela 2ª vez disse...

Aqui estou naquela de vem brincar com a mãe, Lívia sempre brinca, já Ubiratan quer TV, computador, celular mas insisto nem que seja um pouquinho.
bjus

A sumiga mordeu meu dido disse...

O problema não é sua vida, nem a minha (que está exatamente como vc descreveu no post. Aliás, ontem mesmo eu estava querendo me isolar numa gruta e sair desse caos, dessa vida que não é vida). O problema é esse novo estilo de vida imposto a todos. Estilo de vida americano, de tudo 24 horas, de mundo competitivo, globalizado. Não vivemos, sobrevivemos. Acho triste, penso em mudar pro interior, ou pra uma praia, mas não sei se esses lugares já não foram "contaminados" por esse mal... O negócio é tentar reinventar. Estou tentando! Força pra nós! beijos!
Aline

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails