sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Esperança duplex

A Primavera começou hoje.
Confesso que é uma das minhas estações favoritas.
Agora.
Sempre gostei mais do frio, ainda gosto muito, mas pós maternidade a primavera me conquistou.
Tudo fica lindo.
Colorido.
Cheio de borboletinhas, taturaninhas, lagartinhas e passarinhos.
E esse mundo no diminutivo me dá uma sensação boa.
Estranha porém boa.
Isaac gosta também. Fala dos jardins floridos como se morasse num romance.
Uma graça.
E a preparação para a primavera é outro esquema.
Ninguém fica fazendo contagem regressiva, esperando, cantando cançõezinhas sobre o inverno.
(eu faço, mas já aceitei que sou gente estranha)
Aqui na rádio mesmo a gente se prepara, faz previsão, entrevista e até apresenta o primeiro programa da primavera sorrindo.
Hoje mesmo acordei cantando Tim Maia.
E a cada primavera a esperança se renova, de alguma maneira.
Todos os anos respiro profundamente na espera da florada dos dois Ipês que plantamos em frente de casa.
Aconteceu uma vez e nunca mais.
Se tornaram duas árvores dorminhocas que dão folhas lindas e enormes, mas flores... necas.
E daí que os bem te vis são lindos e queridos em casa, pelo barulho que Isaac imita desde que aprendeu que podia soltar sons próprios, e pela folga em pentelhar os cachorros utilizando a piscina para banho e afins.
E no Ipê, mês passado, cresceu um pequeno ninho.
E o ninho virou um verdadeiro duplex.
E a Dona Bem te vi se apoderou da minha árvore.
E avança na gente quando passamos na calçada.
E grita, a danada.
Mas a gente entende, e adora.
Semana passada, Ipê preguiçoso voltou a dar folhas (porque flores ó, necas), e cúmplice ofereceu o verde suficiente para cobrir o ninho-duplex.
E só.
Somente folhas para um telhado legal e uma varanda.
E nessa semana, os sons mudaram.
Além dos gritos endoidecidos de uma mãe que tenta proteger seus filhos no gogó, pequenos pios e ensaiozinhos irritantemente doces começaram a ser ouvidos da sala.
Nasceram.
Já vimos dois, bem pequenininhos espiando pela portinha do chalé rústico com vista para a rua principal, com cobertura ecológica e trançado contemporâneo que habita meu Ipê.
E eu virei mãe do ninho.
Protejo, cuido, olho todos os dias.
E agradeço o Ipê preguiçoso, como se fosse um anjo, que proteje aquela casinha com suas folhas enormes.
E pra quê eu ia querer só as flores?
Com elas não há folhas, não é?
E daí, que ontem mesmo, abrindo a janela vi, que em uma das palmeiras começa outra família.
Ninho diferente, por enquanto simples, mas já pesado.
Não sei que passarinho é.
Mas agora tenho alí, mais um tanto de esperança, de sorriso bobo, de piozinhos novos, de olhar curioso do filho.
A vida não é linda na primavera????

16 comentários:

Lu disse...

Carol
concordo, a primavera é a minha estacao preferida, o que me faz agora a pessoa mais invejosa do mundo por nao estar no Brasil nesse momento. Em compensacao o outono é a época em que as pessoas andam mais bem arrumadas por aqui, também muito lindo, porém nao tem luz no fim do tunel, ou melhor, tem inverno no fim.
Bjs

Martha disse...

Carol,
Minha estação preferida, tbm é o outono (igual da Lu) mas sempre sinto na primavera uma sensação de esperança renovada.. Um sensação de que uma coisa boa esta chegando, sabe?!
Acho q a primavera é a estação do renascimento.. acho q por causa da flores q nascem.. sei lá!!! Uma estação meio poética! rsrsrs
Bjnhos

Micheli disse...

Eu também adoro a primavera, Carol! Fica tudo mais bonito. Ainda que a minha estação favorita seja o verão. AMO o calor, sofro de mais no frio.
Beijos.

Ana do Chá e Viagens disse...

Gosto muito da primavera, e sempre gostei muito do inverno, a coisa mudou depois dessa gestação, passei a ficar chateada com o frio! :(
Mas em compensação ela nascerá nessa estação.
Ipês são lindos, vamos torcer para que ele floresça!
Cuida bem dos filhotinhos!!! rs

Bjos e bom findi.

Sarah disse...

Adorei a descrição do chalé rústico com cobertura ecológica e trançado contemporâneo... E me diz, como se contentar com flores quando se tem 2 nichos cheios de mini-vidas? :P
bjos e feliz primavera pra vcs!

Dani disse...

Sei lá...mas achei esse post tão lindo! Vc disse tudo o que penso sobre a primavera!

Que ela seja muito florida e cheia de vida!

Mãe de Duas disse...

Que lindo! Delícia mesmo é poder ter tempo para parar, ouvir e observar as mudanças que a estação traz!
Também sou uma pessoa dos trópicos, fico bem mais feliz quando a primavera chega anunciando o verão!
Bjo e bom fim de semana primaveril!
Pri

Celi disse...

Tem toda razão Carol. Como é gostoso contemplar a beleza das estações do ano. Aprendi a fazer isso com a intensidade que cada uma tem aqui na Europa. Uma delícia curtir cada uma, aproveitar para fazer o que ela oferece de mais gostoso (observar o nascimento das flores, as folhas caindo, a neve, o calor do verão). Uma beleza encantadora e que as pessoas, com os seus dias turbulentos, muitas vezes esquecem... deixam passar despercebidos.
Um beijo e bom final de semana.

Renata disse...

Carol. Tem razão. É mágica esta estação. Muito bacana também é a sua maneira de escrever. Por isso gosto muito de vir aqui. Estilo doce, elegante, ajustado e ao mesmo tempo sério e informativo. Beijão de ótimo fim de semana para toda a sua família!!

Mariana - viciados em colo disse...

vida linda total esta época, por mais que aqui as coisas sejam mais sutis, basta abrir o olho para perceber que as flores estão no ar!
beijoca
mari

viciadosemcolo.blogspot.com

Cintia Lima disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cintia Lima disse...

Linnnnnnndo... aqui na Cidade da Mangueiras, não temos as estações muito bem definidas.... o clima é úmido.... ou o calor te mata ou vc morre de calor ... rsrsrs mas vc descreveu tão bonito que me senti... rsrsrsrs abçs (curto seus textos, enquanto meu bb não vem... ) =)

Telma Maciel disse...

Que lindo!!! Tínhamos maritaas no telhado do prédio! Elas tomavam da água qndo o vizinho ia regar a horta e comiam as goiabas do pé! O som de manhã era, como vc disse, irritantemente lindo! Era bom demais acordar com aquele som!
Mas vieram os moços arrumar o telhado e, não temos certeza, mas algo foi feito... levaram um filhote? Não sei. Mas de lá pra cá, nada de maritacas cantando no telhado mais...
Beijos

Lu Azevedo disse...

Concordo! A vida é linda, linda na primavera! Aqui, pro meu encanto ainda tem cerejeiras, que eu acho lindo demais... mas... não tem borboleta, acredita??? Não vi UMA sequer! estranho...

Mas enfim, aqui estamos nos opostos... A vez agora é do outono, que também amo, como todas aquelas cores maravilhosas das árvores... E todo mundo de casaco e botas, mas sem estar muito frio... :)

E viva as estações da vida!

Boa primavera pra vcs!

Beijos!

Lu

PS: Ah sim, esqueci de mencionar que outono é quando os ursinhos vão dormir, pra gente passear sem medo pelos lugares! hahah

Jussara disse...

Que demais! Adorei o post. Acho mágica a reprodução da vida, mesmo que seja entre passarinhos. E que bom que as folhas do ipê preguiçoso estão tapando a casinha e protegendo-os. :)
Viva a primavera!

Tchella disse...

aiiii tenho um ciume dessa gente que mora em casa hahahahaha

bjao, pessoa querida!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails