terça-feira, 13 de setembro de 2011

Apertadinho, apertadinho...

Esse é meu coração.
Hoje.
Acontece que resolvi me meter mais ainda a besta e tentar abordagem nova as birras do Isaac.
Ontem cheguei no meu limite de tolerância e pela primeira vez fiz algo que odeio.
Ele me ignorou, me mostrou a língua, correu de mim e fez todo o tipo de birras na frente dos outros.
Isso tudo além das porquices que ontem deixaram a fofura longe.
E daí, o que eu fiz?
Não gritei nem dei sermão.
Apenas disse que estava muito triste com ele. Com o comportamento feio que ele estava tendo.
Chegamos em casa e nada de brincadeira.
Direto pro banho.
Depois do banho, escovar os dentes e cama.
Tudo sem conversa, sem música, sem carinho ou graça.
Nada de livro.
Mesmo ele pedindo uma historia, pequenininha que fosse eu endureci e disse não.
Logo que ele se acalmou na cama eu saí do quarto e disse que era a minha vez de tomar banho.
E não deixei que ele fosse junto.
Ele resmungou mas ficou.
Tomei banho e fui avisá-lo de que eu iria para o meu quarto pois estava cansada.
Ele quis saber o motivo por eu não ficar com ele ou completar nosso ritual noturno.
Expliquei novamente, fria muito fria, que estava triste com ele. Chateada com as birras e malcriações.
Ele chorou e eu disse boa noite.
Fiquei lá, quietinha no meu quarto. Ouvidos atentos e orelhas em pé.
Li um livro, outro.
E ele lá, achando maneiras silenciosas de chamar a minha atenção.
Passou um tempo e dormiu.
Eu também. Pouco.
Insônia louca e vejo filhote, às 3 da manhã, em pé ao meu lado.
Mamãe, deixa, por favor, eu ficar do seu ladinho???
Como não deixaria?
Ele subiu na cama, deitou em silêncio e alí ficou.
Sei que acordado.
E eu também, sem pregar os olhos, só pensando nessa vida de mãe.
...

A seguir cenas...

36 comentários:

Ana Campos disse...

Ai, Carol...fiquei só pensando na dificil situação de ter o coração apertado...essa maternidade realmente nos prega cada peça...fofurices viram birras e coisas feias...e aí, fazer o que??
Tomara que essa fase passe logo!!!
boa sorte pra vcs dois...

bjs

Mãe de Duas disse...

Ai, Carol, apertou meu coração! Hay que endurecer pero sin perder la ternura. Jamás!
Bjo grande!!
Pri

Flavia disse...

Parabén pela sua força. Espero conseguir ter uma atitude tão madura assim quando aminha hora chegar.

Renata disse...

Ai Carol, é difícil mesmo, mas a gente precisa mesmo fazer essas coisas de vez em quando. E vc é tão doce, tão carinhosa, tão paciente...não se culpe jamais, vc está educando da maneira mais suave que eu já vi. Parabéns, moça. Não é a toa que vc tem um menininho tão fofo. Birras todos fazem, e vc sabe conuzi-las com maestria.
beijos

Fabi disse...

Eles conseguem fazer cada uma com nosso coração.... Tudo faz parte =) Beijos e saudades de você e de vir aqui!!! Vida corrida. Tenha uma ótima semana.

Re disse...

Nossa Carol, que dificil isso...sabe, depois da minha volta traumatca com a Manu no carro, quando cheguei em casa eu nao conseguia nem olhar pra ela, entao imagino como deve ser quando o filho apronta, faz malcriaçao..bem dificil mesmo. Mas acho que vc agiu bem, minha mae que dizia, o pior do castigos eh a indiferença. Bjs

marianadb disse...

Ohn, que difícil, Caroool!
Mas acho que vc foi superforte e que o Isaac vai total entender o recado - sem vc ter de repetir essa estratégia.
Fingers crossed!
bjins

Graziela disse...

Carol, sei que e' dificil, mas muitas vezes necessario. Nossos filhos, muitas vezes, estao berrando garganta a fora, por limites e nos nao conseguimos ouvir. Eles, muitas vezes tambem, nao sabem como parar, como se comportar (mesmo nos faland 547 vezes por dia, nao sabem) e precisam da nossa ajuda. Como, colocando limites.
Esse aprendizado sera para a vida toda, com certeza la na frente ele vai te agradecer.
Nao se culpe tanto, senao enlouquecemos.
Abracos
Gra
* e olha, vou preparar uns posts com varios motivos para vc trazer o Isaac para ca, assim vc se anima e vem logo e a gente toma aquele cha ta tarde!

Coisas de mãe disse...

Ai dó. Educar as vezes doi.

Guenta firme : )

beijo

Pati

Bianca disse...

Carol, eu tb fiquei com o coração apertado, mas achei sua atitude ótima, viu? É bom para eles sentirem um pouquinho que nós tb não aguentamos tanta coisa, que a gente fica triste, sim.
beijo e fique bem.

Lud Aquino disse...

Nossa fiquei com o meu coração na mão... apertado como se fosse comigo...
Sempre estou por aqui, lendo suas novidades!
Bjus

http://www.kenjieafins.blogspot.com/

Chris Ferreira disse...

Oi Carol,
É de apertar o coração mesmo. As vezes é necessário fazer o que mais odiamos. O importante é que fazemos com o objetivo de acertar.
Eu aqui também, algumas vezes, tento os caminhos que para mim não seriam os melhores.
Eu também não resistiria e deixaria vir para a minha cama e passaria o esto da noite bem abraçadinha.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Carol Passuello disse...

Ai Carol, que difícil...
Um abraço ai!

Ich Hausfrau disse...

OI Carol... sei que foi difícil pra vc, mas acredito que foi o melhor que vc poderia ter feito para mostrar ao Isaac que ele precisa se comportar... pior seria se vc tivesse dado umas palmadas! Vc agiu certo tanto que ele reconhecer que errou! Foi difícil, te deixou com o coração apertado, mas foi o melhor para a educação dele! bjo
ich, Hausfrau
www.ich-hausfrau.com.br

Fabiola disse...

É difícil né?? Nossos pequenos nos levam a loucura mesmo... não se culpe... eles sabem bem o que fazem... e sabem direitinho como nos desafiar...
Parabéns pela atitude, por mais dificil que ela tenha sido..
Bjs!

Susan disse...

Eu também fiquei com o coração apertadinho lendo o post!

Mais essas atitudes (mesmo que doam muito) são necessárias.

Beijo no coração tá!

http://piticodegente.blogspot.com

Camila disse...

Coração apertadinho é pouco! O meu estaria estraçalhado. Mas, força aí, tenho certeza de que vc agiu bem. A seguir, cenas, por favor!
Bjos,
Camila
www.mamaetaocupada.com.br

Mariana - viciados em colo disse...

clap, clap, clap!
atitude perfeita e fechou com chave de ouro. é muito difícil para nós mães e pais, mantermos o controle, decidir testar uma estratégia e sustentar a decisão até o fim! perfeita! você foi perfeita!
beijoca

Renata disse...

Amor e disciplina. Um sem o outro não vale. Se puder, visite-me. Será um prazer saber a sua opinião também. Beijos!

Carolina disse...

Já fiz isso com o Bruno. Doeu muito.
Mas ele precisava entender que a atitude dele machuca. Educar não é fácil. Abraço grande.

A Doceria da Tathy disse...

Quando eu comecei a ler, achei que vc tivesse perdido o controle e batido nele. Mas não, vc mostou à ele que quando term que ser firme, vc sabe ser. Tenho certeza que valeu mais do que um castifo ou um tapa (que eu não gosto). Fica firme e tudo dará certo. Bjs

Nine disse...

Força Carol, é difícil, né? Dói na gente mesmo, mas...tem vezes em que é preciso ser mais dura...
Abraços nos dois!
Nine

Paula disse...

Ai Carol....acho q vc agiu certo viu, mas to aqui chorando ( de verdade) imaginando tudo isso. Doi demais ne ate meu coracao ta apertado!!! Espero q ele tnha entendido e isso passe logo! Beijos

Aracéli e Paulo Carneiro disse...

E dói... Como dói!
Sempre que falo que to triste, Helena faz biquinho, pede desculpas e chora... E eu sinto vontade de chorar tb!
Como é difícil educar né? Tem horas que penso que faço tudo errado, que sou mole demais (pq não bato), e acabo sempre perdoando tudo... E ela faz de novo! E perdoo de novo!!!
Vamos torcer (e muito) pra essa fase passar!!!
Força nesse coração!
Beijocas

Fernanda Lucas disse...

Ai como coração de mãe sofre!!!!!
Como pode aquele bebe come dorme crescer e aparecer desse jeito não é mesmo?!
Pior é que depois que olhamos os "anjinhos"dormindo nos derretemos todas né?
Bjos e parabéns pela força!

Celi disse...

Ahhh Carol.... aperta muito o coração. Dá vontade de relevar a situação, mas não podemos. Temos que nos manter firme, mesmo que por dentro estejamos nos derretendo toda. Senão eles saberão que no dia seguinte poderão repetir, fazer isso e mais isso....
Dê muito amor, carinho e beijos... mas não deixe de ser firme.
Ah, quero saber como tudo terminou. Qual foi a próxima conversa.
Obrigada pelo carinho, viu!?
Um grande beijo.

Mônica disse...

Ai Carol, chorei até.. Só dá pra pensar que é pro bem e manter a postura porque na hora a vontade mesmo é correr pro abraço e amolecer de vez.. Força aí!
Bjs

Li disse...

difícil mesmo, né? As vezes a gente não sabe como reagir, as vezes reagimos e nos arrependemos, as vezes reagimos do jeito que achamos certo, não nos arrependemos mas ficamos com o coração apertado... Vida de mãe!!!
Que vida louca, não?

Beijos!!!

Lívia.

Muito Criança disse...

Dificil Carol, quando a gente faz isso doi bastante na gente, pois a gente percebe que eles entenderam o recado. Uma vez o pediatra dela falou quando ela fizer birra que era pra eu ignorar. Ela fica super magoada....difícilllll!!!
bjs

Rapha, mãe da Alice disse...

Que vontade de dar aquele abraço cúmplice, mesmo sem te conhecer.
Você foi perfeita, não se culpe.


Um abraço apertado!

Rapha, mãe da Alice

Filhote de Humano

Maternar Consciente

Ivna Pinna disse...

Carol, que difícil! E olhe que o mais difícil não é suportar as birras, difícil mesmo é não resistir e dá colinho...
Dá uma dó que a gente nem consegue descansar né?!
Depois conta pra gente como ele tá reagindo.. quem sabe vc não encontrou a solução uviversal pra acabar com as birras? Vai que, né?! srsrsr

Beijos e parabéns pela coragem!

Tchella disse...

coraçao na mao total néam? aiiiin tadinha de vc, tadinho do Isaac :)

Ju Dalzoto disse...

Ai Carol, hoje não era bem o dia pra eu ler este post... toh aqui feito uma manteiga derretida, chorando e chorando... meu coração tb ficou apertado com a história, aliás, de qual mãe não ficaria?

A gente precisa dar uma dura as vezes mas que dói dói neh?! E eles sentem tto... mas aprendem uma grande liçao tb.

Esses "cortes" são so castigos mais doloridos e sentidos, eu acho!

Mas e hoje, como estão?
Ó, beijos para vcs viu>!

Ju

Ioly a dona do verdades... disse...

Difícil não é Carol?
Um dia de cada vez e seguiremos.
Eu também fico brava e a Mi:
- Tenho coisa séria para dizer... Mamãe vc me perdoa?
Esqueço tudo, e recomeçamos... rs
bju

Mariana disse...

Te entendo amiga! Ja passei exatamente isso! Bjo

Sarah disse...

Carol, vc é minha ídola!! Coração ficou apertado sim, mas vc agiu certíssimo! Perfeito. Tanto que teve as consequências ótimas que vc relatou depois. Já eu, não consigo ser tão firme... me ensina??
Aliás, fiz um post sobre birras e vou colocar no ar amanhã, e linkei um post seu tá?
bjão!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails