terça-feira, 3 de agosto de 2010

Animais de estimação


Perrengue materno.
Como alguns de vocês já sabem, antes de ter o Isaac eu já tinha dois filhos "de pêlo".
Isso. Dois Schnauzers mini, queridos de tudo, xodós da mamãe.
Engravidei. Ok. Sabia que ia ter que tomar algumas medidas e precauções.
Keith Richards, nossa fêmea, havia dado cria e eu não queria saber de outro ser parindo lá em casa que não fosse euzinha.
Iron Maiden, o macho, passou horrores com os filhotinhos e eu sabia que deveria ser cautelosa com ele, já que foi o primeiro a chegar e sempre foi muito grudado com a gente.
Tá. Depois de muita conversa com doutora veterinária resolvemos castrar a fêmea, já que o macho ficaria mais agressivo.
Tudo bem que Keithoca nem se mexe mais, virou uma gordinha das muito preguiçosas, mas a coisa estava fluindo bem...

***
Mas antes um mini flashback...
Durante a gravidez as coisas se transformaram. Iron, que era super grudado passou a fingir que eu não existia e Keith, que era super na dela, virou um anexo meu, não me largou por um segundo.
Usamos as semanas de gestação pra preparar os cães, delimitar espaços (mesmo que de maneira relaxada), situar os dois que não seriam mais os "pequenininhos fofos" da casa.
E eles sentem sim, ainda mais se você diminui o ritimo dos passeios, fica de repouso ou não consegue abaixar pra receber a festinha diária.

***
O tempo passou, Isaac nasceu, tudo correu bem em casa até pequeno começar a andar.
Danou-se pros caninos.
Não que filhote seja maldoso, mas a-do-ra apertar, abraçar, puxar pelinho e deitar em cima.
Me vejo agora tendo que impor limites pra criança racional e não pros animais.
E parece que ele não entende. Continua. Arrisca. Abusa.
Iron dá suas escapadas, se abriga em lugares altos, onde Isaac não chega. Só que manifesta ciúme e insatisfação através de xixis pela casa (afffff...)
Mas mulher é um bicho ruim até quando é fêmea...
Keith não arreda o pé, disputa território, encara e dá suas ronsnadas.
A gente aparta, tira de perto, dá bronca. Mas as sessões de "carícias entre irmãos" estão mais frequentes e perigosas.
Outro dia Keithoca chegou no limite e deu um susto no Isaac. Não chegou a morder mas deu uma boa beiçada no nariz do pequeno. Não machucou, mas assustou, doeu de várias maneiras.
E ai?
Foram os dois pro canto de pensar... (e vê se isso faz sentido... ser mãe é ser louca mesmo)
E eu vou levando, contornando, ensinando, educando e adestrando.
E tô aqui. Digitando sobre cães e pensando no segundinho...
Preciso de um terceiro canto de pensar lá em casa.

26 comentários:

Ana - Viajar é tudibom! disse...

Oi Carol! Hoje vou ser a primeira - TOMARA! heheh
Entonces, deixa eu falar que a foto dos teus 03, tá linda linda, o Isaac com aquele cabelo molhado debruçado na banheira, tipo fazendo um charme para os cãozinhos: eu tÔ aquiiiii vcs nãooooo, hehehe

Sei que os pqnos de 04 patas sentem muito, eu qdo engravidei, segundo orientação do médico tive que hospedar minha cachorrinha na casa da minha mãe, e lá ela adoeceu e qdo o Pedro estava maiorzinho que iria buscá-la para se adaptar com o pimpas, aiiii ela morreu! que dó, jurei que até esquecer não quero ter nenhum animal na minha casa, e é verdade! não tenho nenhum passarinho na gaiola- quem sabe um dia!

Amiga, bjos, boa semana e assim que dá vc sabe que semprei estarei por aqui!
Dá um cheiro no pimpolho tmbém
Ana.

Paula Dreger disse...

Ai Carol, te entendo completamente.
Também uma Schinauzer chamada Teka. Ela tem me dado muito trabalho com a Bel (ou a Bel com ela??)...
Já até pensei em dar a Teka, mas não tenho coragem. Agora eu to adestrando a Teka e tentando ensinar a filha.
Bel é muito teimosa e adora de paixão a sua Teté, mas a Teka não quer ver a Bel nem de longe.
Duro mesmo...
Mas vamos continuar tentando, né?
Boa sorte e adorei a foto!
beijo

Mamma Mini disse...

Ai Carol, nem posso falar nada porque como vc já sabe, tenho nossa filha também antes do David, a irmã mais velha dele, e nessas de David cutuca de um lado e ela rosna de outro, deu no que deu, vc viu, ela atacou ele e hoje ele tem 3 cicatrizes... e posso falar, vc acha que ele ficou com medo dela ou ela colocou algum limite pra ele? zero... ele não tá nem aí... eu preciso relembrá-lo do incidente all the time para que isso não se repita, e ficamos TODOS da casa na maior supervisão... aprendi depois disso que minha cachorra precisa de calmante em ocasiões de fogos de artifício e muito barulho... ela é super pacífica mas criança incomoda num tanto, e ela já tem quase 8 anos, ou seja não tá a fim de brincadeira, eu sei que schnauzer assim como a minha tutu, não são cachorros que amam crianças tipo golden e labrador, mas eles conseguem viver peacefully e aos poucos acho que eles aprendem os limites que nós e os dogs acabam colocando neles... o importante é supervisionar muito pra evitar acidentes, e é fato que os dogs são parte da família e não vão se mudar, e fazem um bem danado pros filhotes... vai levando nega... depois que eles crescerem um pouquinho melhora...só não esquece do vermífugo nos 3! rs
bjs

Milla Muglia disse...

Ei Carol, o nenem está otemooo, estou mega aliviada!!
Acho que deu certo o post do selinho!!!
Adorei vc ter colocado os dois no pensamento!!!Só mãe mesmo!!!!rsrsrsss...
Bjocas!!

Chris Ferreira disse...

Oi Carol,
adorei a fotos dos seus filhotes.
Lá em casa a Xina é a caçula, chegou depois e é louca pelas irmãs. Acontece que é tão bagunceira quanto a Sofia e as vezes rola um implicância, uma briguinha e aí tenho que colocar cada uma no seu canto.
Adorei os nomes dos seus peludinhos.
Você vai ter o segundo? Vão ser 4? Que beleza!

Já vi que você já está participando da promoção lá do blog.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Carol P disse...

Eu morria de medo do carracho da minha mae chegar perto da C, mas vc sabe que eles se dao muito bem e ele cuida dela, chega a dormir do ;ado do berco, e ela quando ve ele da gritinhos. Ela vai sentir falta dele e ele tambem.
Lindas as fotinhos

Roberta Lippi disse...

Pra começar, adorei os nomes dos filhos de pelo!!
Não tenho cachorro em casa, portanto não posso opinar sobre isso, mas passei só pra dizer que adorei o texto.
E tô na torcida pra você emendar no segundinho (sem pelos).
bjs

Ioly a dona do verdades... disse...

rsrs
Não tenho animais, meu marido já insistiu, mas não acho conveniente nesse momento. Se tivesse filhos peludos do coração, antes da pequena, faria como vc e todos teriam que conviver e se entender. Mas já que não temos, após uns 4 anos penso no assunto...rs
Fico imaginando que sua atenção tem que ser triplicada, criança nessa idade não tem muita noção do que uma reação canina magoada pode provocar.
Não sei como consegue, pois não deve ser moleza...
bjus

Fabi disse...

Ai, que foto mais linda...
Menina, tô doida pra pegar um gatinho. Será que é bom pro bebê? João tem 1 ano e 3 meses.
Beijos,
Fabi
http://depoisqueeudescobri.wordpress.com

Micheli disse...

Aqui tb temos um cachorro, que era o bb da casa antes da Clara nascer. Tadinho, agora ele tem muiito menos atenção. Mas ele e a Clara se dão bem, ela não judia dele e ele não rosna para ela. Brincam juntos. Ela só não gosta que ele pule nela, fica dando bronca nele ou chorando para o meu lado. rs. Vejo que cada hora muda o comportamento dela em relação a ele, ela já foi mais apaixonada por ele do que é hj. E ele cuida dela, ai de um estranho que chegue perto, ele rosna para o estranho. rs. É bonitinho de ver.
Ele já deu um susto nela, sim. Uma vez ela quis dar comida na boca dele, teimou comigo um monte, e acabou puxando ele pela orelha para enfiar a ração na boca dele. Coitado... Acontece que ele vive com otite, aí doeu pelas duas coisas, e ele se defendeu "mordendo" a mão que o puxou. Nada aconteceu, pq ele fez isso por reflexo e deve ter percebido em tempo que era ela e não apertou. Ela? Ficou assustada foi com a surra que o pai deu nele, coitado. Morri de dó. Ele ficou uns dois dias amuado. E ela? mNo dia seguinte tava lá, dando ração na boca dele de novo. Só nunca mais puxou-o pela orelha... rs.
Beijos!
http://tagarelicesepensamentos.blogspot.com/

NiNe disse...

Oi Carol,
agora to com mais tempo de passear pelo bloguinhos...

Liiindo os seus tres!!!

Aki tbem tenho meu filhote peludo que veio antes da Soso. Na gravidez ele sentiu bem pq eu tava muuuito lenta e nao brincava mais... aprontou muito.. xixi até no meu sofa.

Qdo ela chegou ele mudou todo e do menino medroso virou um cao que qdo alguem chega perto dela rosna até!! rsrs

Hoje os dois sao super amigos... ela apronta muito com o bixim... puxa orelha, pelo.. hoje pra vc ter ideia me deparei com ela andando atras dele pela casa balançando um brinquedo barulhento pq descobriu que ele tem medo e se esconde... rsrs

E ele agora acho que sente mais cuimes dela, pq vive destruindo todos os brinquedos pequenos dela q ve pela frente...

Mas é muito amor né? E vamos contornando as situações.

Bjoes

Renata disse...

Keith Richards ser a fêmea é demais!!! morri de rir aqui com os nomes deles...
Aqui em casa foi o contrário, a gata fêmea é super fofa, carinhosa e deixa o André fazer o que quiser, o macho que não curtiu muito alguém tirando o espaço dele.
Tb to na torcida pelo segundinho! rs!
beijos

Sarah disse...

Também achei o máximo os nomes da dupla!! kkkkk!!
Então Carol, por aqui nós temos uma gata. Bento é apaixonado por ela. Os dois já tiveram seus atritos, Bento levou arranhadas e Tcheca levou puxões. Também faço como vc, dou bronca nos dois e tento ensinar o Bento a fazer carinho sem machucar. Os bichinhos também demoram a se acostumar com o novo integrante da família... Dá trabalho mesmo.
Aliás, tenho outro blog que escrevo com amigas só sobre nossos gatos, e nele relato as experiências da Tcheca com o "mini-humano"... quando tiver um tempinho, passa lá para conhecer:
http://bigodeseronrons.blogspot.com/
E aqui as postagens específicas sobre a Tcheca e o Bento: http://bigodeseronrons.blogspot.com/search/label/mini-humano
um beijo!

disse...

Caramba, esse texto foi ótimo pra eu pensar sobre o bichinho de estimação da Nina. Há algum tempo ela vem pedindo, mas é tao pequininha, e nós quase nao paramos em casa, nao seria muito fácil. Acontece que mês que vem é o aniversário dela, e ela pediu demais um cachorrinho, e pra completar, a cachorrinha do vizinho teve filhotinhos. Sabendo do desejo da Nina, ele até a levou pra visitar os bichinhos. Ela saiu de lá já convicta que o cachorrinho seria dela, e eles já estao até chamando o filhotinho com pelo nome que a Nina escolheu: Bones.
E agora José?

Vanessa Datrino disse...

Olá!
Encontrei vc na net e gostaria de te convidar pra conhecer meu trabalho!
Bjinhos,
Vanessa Datrino
www.datrinodesign.blogspot.com

Lane e Pedro Henrique disse...

Meu filho adora puxar o rabo dos gatos da minha mãe...a gente diz que é para fazer carinho, mas ele dá tapinhas e não faz carinho nenhum. Mas com os cachorros ele não se mete...ele apenas aponta e diz "vau vau". Coisas de criança!
Ah!Adorei a fotinho do Isaac com os cachorros!

fernandalantz disse...

Oi! É a primeira vez que venho aqui e me deparei com esse post que muito me interessa. rs
Sou tentante e tenho dois filhos peludos (beagles) que são os bebês da casa. Não cogito a idéia de me separar deles quando o baby vier, até pq são bem mansos.
Mas criança pequena é fogo mesmo! rsrs Eles puxam, apertam, seguem, abraçam, gritam no
ouvido dos cachorros! Tem que "adestrar" o baby e supervisionar o tempo todo, até uma unhada canina no bebezinho pode machucar bastante.

Mas o que eu queria dizer é que todos os veterinários e adestradores que conheço falam o contrário sobre castração. Que a fêmea pode ficar mais agressiva, mas que os machos ficam sim mais mansos. Pois param de produzir testosterona. Aí por tabela ficam mais calmos, mais submissos e de super prêmio: em até 3 meses param ou diminuem MUITO as marcações de território, ou seja, vai parar de fazer xixi pela casa pra mostrar pro Isaac que é o dono do pedaço!

Se eu fosse vc, conversaria com o veterinário e faria a castração do machinho metido! A cirurgia dos machos é bem mais tranquila que das fêmeas e a recuperação é super rápida.

Boa sorte e parabéns pelo trio lindo!

Nutrição e Cia disse...

Carol minha linda vc também tem schnauzer eu amo essa raça, aqui em casa tenho uma a 12 ans e a poodle tem 15 sao todas vovós. E quando a M.C. chegou elas foram banidas a cachorro de filhas a cachorros, ficamos com medo. Mas como moro em casa elas têm bastante espaço lá atras pra brincar. Só libero brincar com a M.C. com supervisão minha com a Dolly que é a schnauzer que é um anjo perto da Jully que como diz meu marido já ta velha e ranzinza. Se tiver um tempinho vá nos meus arquivos de maio desse ano mesmo e irá encontrar fotinhos delas. 2010bjs

Keyla disse...

Oi Carol, te entendo tão bem... rsrsrs! Por aqui, a Melzitcha tem o cantinho do castigo tb. Tá certo que ela adora crianças, mas é um tanto qt ciumentinha com seus brinquedos, muito esgoelada para comidinhas e por demais espalhafatosa e qd vem filhas dos amigos, confesso que é um tanto saia justa. Porque qd eu tiver meu bb, acho que vou ser mais parecida com vc, mas filhos dos outros não é nosso, né? Parece que é culpa do cachorro dele não aceitar muito bem a criança apertando, puxando pêlo, pegando seus brinquedos e os pais meio que ficam naquela expectativa do: "E agora, o que vc vai fazer". Dá primeira vez que rolou aqui em casa, dei bronca nela pelo latido forte (daqueles de protesto) e coloquei na caminha, na segunda, tb coloquei todo mundo de castigo, incluindo os pais.. hahaha!! Acho que agora o pessoalzinho entendeu e qd vem para casa, fica cada um na sua.. hahaha!

Boa sorte com os filhos e cuidado para não se deixar de castigo tb, heim?

bjos

www.vidademargarina.com.br

Camila disse...

Carolzitcha, o melhor de tudo são os nomes dos filhotes de pêlo, AMEI!!
E que venha um segundinho!! Ou segundinha...
Bjos,
Camila
www.mamaetaocupada.blogspot.com

Confissões de uma mãe de primeira viagem disse...

Primeiramente amei o nome deles...hahaha principalmente do Iron...rsrs
Menina deve ser um pegapracapá contornar essas situações né!!
Mas com jeitinho você consegue...rsrs
linda a fotinha...
bjoos

Vanessa Caubianco disse...

Hahaha, não tenho bicho de estimação, mas adorei a história de colocar os dois para pensar....
Um barato!!!
bjbj´pra vcs!!!

Carol Garcia disse...

Olá meninas!
papinho braaabo mas delicioso!
Os bichinhos acabam virando filhos também e a gente tem que rebolar pra coisa dar certo.
ontem mesmo keithoca deu uma "bronca" no isaac.
ele provocou e ela gritou.
arrumou uma maneira de se impor. ela vai pra cima dele mas não morde, bate o focinho com força.
affff
aí coloco keith "pra pensar" e me vira o isaac e manda:
CASTIGO TAMBÉM , MAMÃE?????
fala sério...
bjo bjo
adoro ter vcs por aqui

Kcal disse...

Carol
Eu não tenho cachorros (ainda), mas tenho um gato quase educado *rsss
Tô vendo a minha irmão sefrer. Ela arrumou um gatinho tb, e agora, além do filho, tb tem que ensinar o gato a usar o penico. kkkk
Me dá uma vontade de dizer: -Bem que eu avisei!
*rsss

Mariana disse...

olha, o gabi desde pequeno passa o dia na minha mãe, que tem uma lhasa apso. no inicio ela ficou depre, meio abandonadinha, mas hoje com o gabi com 2 anos e 8 meses, eles se adoram. ele aperta, bate nela, faz carinho, ou seja, faz o que quer com ela e ela nada, como se soubesse que ele é nene e tem que respeitar. o melhor de ter um cachorro é que o gabi fica a vontade na casa de nossos amigos com cães, não tem medo, brinca um pouco e depois cada um vai pro seu canto.
estavamos outro dia comentando que os filhos das amigas que nao tem animais de estimação, normalmente ou tem medo ou vão lá aticar o cão, e os que tem reagem super bem....
de qq forma, to agora com outro problema, o gabi tb quer um cachorro para ele, mas ele acha, no seu mundo, que será exatamente igual ao da vovo.....

isso quando ele nao pede uma irmazinha, ai socorro.....cachorro e outro bebe correndo no meu apertamento, nao sei não, acho que tb vou precisar de um canto para chamar de meu!

Coisas de mãe disse...

Eu ja te falei que tenho dois CACHORROS ENORMES no jardim? Não deixo eles nem chegarem perto das crianças. Morro de medo porque eles ainda são "crianças" e não tem noção do tamanho deles. Então a regra é, se as criancas estão no jardim, os cachorros ficam presos. Tem dado certo!

ADOREI o tema do aniversario do Isaac!

beijos

Pati

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails