sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Nota a mim mesma. Só pra não esquecer.

Educar não é fácil.
Ninguém falou que seria.
Tão pouco eu me iludia que fosse.
Mas não é fácil mesmo. Com ênfase no mê.
Então eu me vejo aqui, pela primeira vez na vida, desejando ser outra pessoa, em outro lugar.
Numa mistura de tristeza, culpa, amor e paixão que me escapam pelos olhos.
Não é fácil.
Nunca será.
Eu sei disso.
Até quando a vida parecer linda e repleta de dádivas.
Vai ser difícil.
E muitas vezes penoso.
E muitas vezes cansativo.
E várias delas, bizarro.
Ocasiões únicas.
Ou em pacotes.
Mas você sobrevive, Carolina.
Não se esqueça disso, tá?

...

3 comentários:

Tatei e Nana disse...

Carol querida, aguenta firme. Todas temos momentos de querer sumir, faz parte do processo... E é um processo que vale muito a pena, sabemos disso, né?
Um ótimo fim de semana!
Bjs

Aracéli e Paulo Carneiro disse...

E ler esse post hoje me deu uma força extra...
Bom demais ler seus posts sabe?
Li o final e disse pra mim mesma... Vamo lá Aracéli... Vc consegue!
Beijocas!!!

A Louca do Bebê disse...

Carol, parece mesmo difícil. Mas até onde nós podemos ver, vc está fazendo um trabalho fantástico com o Isaac. Por que não continuaria assim?
Força, porque passa! (dizem...)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails